top of page

LTNS: Conheça"Long Time No Sex", drama coreano que é uma sátira sobre os relacionamentos modernos

Atualizado: 3 de fev.

Numa realidade onde os casais não se unem mais por amor, o roteiro satiriza o que significa uma relação amorosa nos dias atuais


Imagem de divulgação de K-drama "Long Time No Sex"
(Divulgação / TVING)

A TVING lançou seu mais novo drama, Long Time No Sex, também conhecido como LTNS, no dia 19 de janeiro. O drama conta com seis episódios, com duração aproximada de 55 minutos cada, e retrata a realidade de muitos casais atualmente: um relacionamento fraco e sem o frio na barriga que víamos antigamente. Para dar vida a esse casal, já tão comum nos dias de hoje, temos os incríveis Esom e Ahn Jae Hong, que já trabalharam juntos em Microhabitat (2018) e The Queen of Crime (2016).


A série é uma comédia dramática e possui classificação para maiores de 18 anos, por conta do teor sexual do programa. Tomando conta da direção e roteiro, estão Im Dae Hyung, que já trabalhou no filme The Mother’s Family (2013), e Jeon Go Woon, diretora dos filmes The Queen of Crime (2016) e Microhabitat (2018), ao lado dos atores principais. A boa química entre as estrelas nas produções anteriores fizeram com que Go Woon chamasse ambos para interpretarem esse casal com história e relacionamento complexo. O drama está disponível no Viki, dentro do pacote Plus.






Caça aos traidores



Woo Jin (Esom) e Samuel (Ahn Jae Hong) são casados há cinco anos, e como qualquer casal comum, o relacionamento deles tem alguns problemas - um deles é a falta de sexo. Woo Jin é uma mulher determinada e agressiva quando se trata de alcançar um objetivo, e ela trabalha como recepcionista em um hotel três estrelas que paga um bom salário. Samuel também não é uma pessoa fácil com uma raiva que queima no fundo dele. Ele se formou em uma faculdade de prestígio e trabalhava em uma grande companhia, até que questões como sua saúde mental começaram a pesar e ele decidiu sair da empresa e trabalhar como taxista. 



Um dia, numa tentativa desesperada de tentar movimentar - e salvar - seu relacionamento, ela decide conversar com umas amigas para saber o que fazer, e se depara com a realidade de muitos casais modernos - a traição. Essa descoberta faz com que uma ideia maluca surja em Woo Jin: de “rastrear” esses casais infiéis e expor tudo para os parceiros. E, para isso, ela e Samuel se juntam para descobrir os segredos obscuros de outras pessoas para chantageá-las e conseguir algum dinheiro com isso. No processo, eles são obrigados a lidarem com o próprio relacionamento e os problemas que carregam consigo.



Durante uma coletiva de imprensa em Seul, a diretora Jeon Go Woon falou um pouco mais sobre o processo de criação e roteirização do drama. Hoje em dia, o que mais se vê são relacionamentos rasos e permeados de traição do início ao fim, um relacionamento sem paixão ou sequer amor entre os envolvidos, e isso foi justamente uma das inspirações para a série. “Embora os temas de infidelidade e sexo pareçam provocativos, tem uma história diferente que eu quero contar. Quis trazer o retrato dos indivíduos modernos que perderam aquele brilho, tanto em relacionamento, quanto nas profissões e nos próprios sonhos”, explicou a diretora.




Parceiros há anos



Elenco de "Long Time No Sex"
(Reprodução / Xportsnews)

A dupla de protagonistas já trabalhou junto algumas vezes ao longo dos anos e isso pode ser considerado algo muito positivo, em se tratando de química para um drama tão complexo e que envolve crises de relacionamento - é positivo que eles já estejam enturmados. Esom e Ahn Jae Hong, como já dito, trabalharam com a diretora de LTNS em alguns projetos anteriores, mas as experiências dos dois vão além disso.


Esom é uma atriz de 34 anos que já atuou em grandes títulos, inclusive sucessos da Netflix. Ela participou de Kill Boksoon, filme de 2023 da Netflix que conquistou muito sucesso e inclusive entrou na lista de mais assistidos na plataforma aqui no Brasil. Além disso, atuou em Taxi Driver (2021), pelo qual ela recebeu o prêmio de Atriz de Excelência, Porque Esta é Minha Primeira Vida (2017) e Black Knight (2023).






Ahn Jae Hong também não fica atrás com relação a bons títulos no currículo. Ele atuou em Mask Girl (2023), também consagrado como um dos k-dramas de maior sucesso da plataforma e um dos mais assistido ainda na semana de estreia. Outros programas dos quais ele participou são O Drama da Minha Vida (2019), A Lenda do Mar Azul (2017) e Kingdom (2020). Em 2023 ele recebeu o prêmio de Além do Cinema por Mask Girl no Marie Claire Asia Star Awards.



Durante uma entrevista sobre o novo drama - o terceiro no qual interpretam um casal - os atores puderam falar um pouco sobre a experiência de trabalharem juntos mais uma vez e sobre os novos desafios. Jae Hong disse que ficou um pouco receoso com esse papel mas que descobriu que eles eram capazes de atuar em cenas mais sensíveis sem precisarem discutir sobre elas antes, justamente por conta dos trabalhos anteriores. 


Esom acredita que justamente por terem trabalhado juntos em outras oportunidades, o trabalho em LTNS ficou mais fácil. “Precisávamos interpretar um casal em seu quinto ano de casamento, e [termos trabalhado juntos antes] permitiu que eu ficasse mais relaxada, confortável e deixou a atuação mais realista”, acrescentou a atriz. Ela também fez questão de falar que a temática do adultério da série é sensível e é necessário tratá-lo com cuidado, assim como o casamento. 



E você? Está acompanhando o drama, ou tem a intenção? Conta pro Café lá nas redes sociais, vamos adorar saber sua opinião!


35 visualizações
bottom of page