top of page

Uso de CGI foi desafiador para Jung Haein: Conheça Connect, o dorama do Star+ baseado em webtoon

Atualizado: 11 de dez. de 2022

Intitulado "Interligados" em português, o k-drama foi desenvolvido pela Disney+ e Studio Dragon, com protagonismo do ator de D.P. Dog Day

(Reprodução/Disney+)

Jung Haein é um dos nomes em ascensão na televisão sul-coreana e está ganhando repercussão internacional por seus trabalhos distribuídos no streaming, como D.P. Dog Day e Snowdrop, em que estrela ao lado de Kim Jisoo, do BLACKPINK. Agora, o ator está adicionando um novo título em seu invejável currículo: Connect, k-drama disponível no catálogo do Star+ — cujo título brasileiro é “Interligados”.


O drama é a estreia do ator no gênero de ficção científica e conta com outros grandes nomes da indústria no elenco. Além disso, Connect marca a primeira vez em que um cineasta japonês comanda uma série sul-coreana. Estamos falando de Takashi Miike, diretor especializado em terror e responsável por JoJo’s Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable, Lesson of the Evil e As the Gods Will.


Connect é produzido pela Studio Dragon, que também já realizou projetos com a Netflix, como Tudo Bem Não Ser Normal e Pousando no Amor. O novo k-drama do Star+ esteve sob os cuidados da produtora criativa Song Jinsun, responsável pelos sucessos What’s Wrong With Secretary Kim e True Beauty. Segundo ela, Takashi Miike foi uma escolha óbvia para dirigir o drama estrelado por Jung Haein. Em entrevista ao site Financial Express, disse:


"Se eu tivesse confiado esta obra original a um diretor especializado em tramas dramáticas, ela poderia ter perdido sua sensação de estranheza. Então procurei por um criador vindo de uma origem diferente e de uma fonte diferente de criação, que não estabelece limitações ou filtros em seu processo criativo e está disposto a tentar qualquer coisa. Eu queria incluir a catarse de romper com o comum."

Qual é o enredo de Connect?

(Reprodução/Disney+)

No drama, Jung Haein interpreta Ha Dongsoo, um homem solitário que trabalha em um depósito de sucatas e passa seu tempo livre publicando vídeos musicais na internet. Sua vida incrivelmente pacata é afetada quando ele é sequestrado por uma quadrilha de tráfico de órgãos, que rouba seus olhos e planeja retirar outras partes para vender no mercado ilegal.


No entanto, sua existência não é tão comum quanto aparenta: Dongsoo faz parte de um grupo de seres humanos imortais conhecido como “Interligado”, cujos órgãos se regeneram com facilidade. Com isso, os membros removidos retornam para o seu corpo — isso aconteceu, de fato, exceto pelo seu olho, que ficou no laboratório durante sua fuga e, posteriormente, foi transplantado em outra pessoa.


O rapaz não demora muito a descobrir que o homem que está com o seu olho é Jinseob, um serial killer que deixa muitas vítimas pela cidade, expostas como arte cadavérica nas ruas. Dongsoo consegue enxergar o que o criminoso vê e, enquanto tenta recuperar seu olho, está decidido a evitar que mais assassinatos aconteçam.


Elenco tem atores de Decisão de Partir e Round 6

(Reprodução/Google)

Que Jung Haein é o protagonista, já sabemos! Mas, o k-drama conta com outros grandes nomes da indústria. Um deles é Ko Kyoungpyo, que interpreta brilhantemente o serial killer Jinseob. O ator estrelou o recente filme Seul em Alta Velocidade, da Netflix, e Decisão de Partir, novo longa-metragem de Park Chanwook fortemente cotado ao Oscar 2023. Além disso, já trabalhou com Haein anteriormente nos dramas Reply 1988 e D.P. Dog Day.


Completando o trio de protagonistas, Kim Hyejun é a atriz que vive Choi Irang, uma jovem que cruza o caminho com Dongsoo e o ajuda em situações de perigo. Ela é conhecida por seu trabalho nas duas temporadas de Kingdom e no drama médico Dr. Romantic. O elenco de Connect também conta com Kim Roeha (Joseon Exorcist), Lee Taehyeong (Save Me) e Lee Yoomi, que estrelou Round 6 e All Of Us Are Dead.


Experiência de Jung Haein usando CGI

(Reprodução/Disney+)

O primeiro trabalho de Jung Haein na ficção científica exigiu muita criatividade do ator, devido às cenas realizadas com computação gráfica — o famoso CGI, muito utilizado em filmes de super-heróis. O recurso possibilitou que as sequências com desmembramento do corpo, quebra de ossos e, principalmente, a retirada dos olhos do personagem principal fossem realizadas. Em entrevista à Vogue, relatou sua experiência:


“Tinha mais cenas CGI do que eu esperava inicialmente. A maioria de nós já viu muitos filmes da Marvel, com cenas de super-heróis que geralmente envolvem muito CGI. Enquanto trabalhava em Connect, meu respeito por esses atores se aprofundou ao longo deste projeto, porque percebi o quão difícil era filmar uma cena com CGI. Tive que usar muita imaginação enquanto representava, o que foi bastante estranho para mim de várias maneiras.”

Apesar de ter sido um grande desafio, o ator também teve outro obstáculo em sua atuação: o tapa-olhos. O acessório, fundamental para o personagem, deixou o ator desconfortável durante as cenas de ação. “Isso distorceu meu senso de distância e ocasionalmente me senti um pouco tonto, mas gradualmente me acostumei. Tanto que, no final, até me senti um pouco estranho por finalmente tirá-lo.”


Connect é baseado em webtoon homônima

(Reprodução/Naver Webtoon/Instagram)

Cada vez mais comum na indústria televisiva coreana, as adaptações de webtoon estão em alta! Connect é baseada em uma história em quadrinhos homônima, escrita e ilustrada por Shin Daesung, publicada entre 2019 e 2020 com um total de 83 capítulos. A trama não foi escolhida pelo diretor Takashi Miike. À Vogue, o cineasta afirmou ter sido sua estreia em uma produção inspirada em webtoon.


“Para ser honesto com você, não foi minha escolha. Acredito que os tomadores de decisão viram o grande potencial do manhwa original e decidiram que eu era a pessoa certa para capturar totalmente o espírito da história original. É uma nova história para eu trabalhar também. Esta foi minha primeira tentativa de criar algo baseado em um webtoon original. Pensei comigo mesmo: ‘Não é o destino que eu comece a trabalhar em algo assim em uma época em que temos todas essas novas formas de conteúdo?’”

Os seis episódios de Connect estão disponíveis no catálogo do Star+.


659 visualizações

Comments


bottom of page