top of page

Antes dos K-dramas, Jung Haein quase foi biotecnólogo; conheça a carreira do ator para além de D.P.

Atualizado: 1 de ago. de 2023

Protagonista do dorama Connect e do grande sucesso Snowdrop, o ator estrelou muitos romances e tem mostrado sua excelência em streamings globais

(GQ Korea/Netflix)

Dono de um olhar sutil e expressivo nas telinhas, Jung Haein é um dos atores mais promissores da geração. No último ano, ganhou os holofotes por sua performance no drama D.P. Dog Day e em Snowdrop, onde brilhou como protagonista ao lado da Jisoo, vocalista do BLACKPINK. Embora tenha conquistado maior notoriedade do público internacional através dessas produções que chegaram ao streaming, o artista já era um rosto bem conhecido na televisão sul-coreana.


Jung Haein, a princípio, não planejava ser ator e a televisão quase o perdeu para a faculdade de Biotecnologia. Quando terminou a escola, se alistou aos 21 anos de idade, só porque os amigos também foram para o exército. Após cumprir o serviço militar obrigatório, assinou contrato com a empresa de entretenimento FNC Entertainment, responsável por grupos de K-pop como P1Harmony e SF9, além de ser a agência de atores — Rowoon, de O Rei de Porcelana, é um dos nomes envolvidos no casting.


Ator teve que correr, enquanto outros andavam

(Reprodução/GQ Korea)

É comum que cantores e atores na indústria sul-coreana comecem a se preparar desde cedo, ainda no início da adolescência, quando desejam estrear como artistas na grande mídia. Jung Haein, no entanto, não viveu essa realidade e precisou correr, enquanto outros agenciados ainda andavam. Tudo começou quando ele foi abordado na rua por um olheiro e isso despertou seu interesse em atuar. Em entrevista ao Happy Together 4, em 2019, afirmou que o ofício parecia encantador.


“Na época, eu não era muito bom em estudar e só precisava de algo para trabalhar, então convenci meus pais a me deixar continuar atuando. Apenas o ato de ler algo e expressá-lo foi revigorante e chocante para mim. Eu me apaixonei por isso, então, de repente, mudei minha carreira."

Foi quando começou a faculdade para se dedicar aos estudos da arte teatral, mesmo contra a vontade de seus pais. Segundo ele, a sensação era de que “não seria capaz de ter sucesso a menos que trabalhasse mais do que todos os outros”. Assim, teve sua estreia como ator aos 26 anos, consideravelmente mais tarde do que a esmagadora maioria.


Seus primeiros trabalhos na televisão aconteceram em 2014, incluindo o drama Bride of the Century, centrado em uma família de alta classe, e The Three Musketeers. No mesmo ano, estreou nos cinemas com um papel menor no filme The Youth, estrelado por Lee Donghae, do Super Junior. Ainda no início da carreira, teve participações em k-dramas como Blood, That's How It Is e Reply 1988.


Construindo um currículo invejável

(Reprodução/JTBC)

Jung Haein tem um currículo formado por diversas produções famosas e memoráveis para o público sul-coreano até hoje. Os primeiros sinais de seu sucesso começaram a aparecer em 2017, quando estrelou Enquanto Você Dormia (While You Were Sleeping), ao lado de grandes estrelas da televisão como Bae Suzy e Lee Jongsuk. Seu nome ficou em evidência entre este e o seu k-drama seguinte, Prison Playbook — onde trabalhou com Park Haesoo, estrela de Round 6, Krystal e Jung Kyoungho.


Os holofotes viraram para Haein, de fato, quando protagonizou Something in the Rain. Ao lado de Son Yejin, o ator viveu um dos personagens masculinos mais bem desenvolvidos já testemunhados pela autora que vos escreve. O romance acompanhava o relacionamento entre uma mulher mais velha com um rapaz no auge de seus vinte anos, abordando temáticas como discriminação por classe social, machismo e assédio no ambiente profissional. O papel fez com que garantisse o prêmio de Melhor Performance Emotiva no Asia Artist Awards (AAA).


Devido ao excelente trabalho desempenhado, no ano seguinte, o público sul-coreano pôde presenciar o ator em Uma Noite de Primavera, dos mesmos diretores e roteirista de Something in the Rain. A produção rendeu-lhe mais dois prêmios no AAA. Seu próximo papel nas telinhas foi em A Piece of Your Mind, em 2020, cujo alcance de audiência esperado não foi alcançado e o fracasso nas telas fez com que a produção reduzisse o número de episódios. Se antes teria 16, a versão final foi ao ar com apenas 12. A partir daí, sua carreira teve uma virada surpreendente.


O rosto dos streamings globais

(Reprodução/Netflix)

Em 2019, Jung Haein protagonizou o filme original da Netflix, Sintonizada em Você, vivendo um par romântico com Kim Goeun, conhecida por trabalhos como Yumi’s Cells, Cheese in the Trap e o recente drama As Três Irmãs. Distribuído em escala global, o longa-metragem ganhou atenção do público e da indústria, rendendo nomeações a prêmios importantes como Baeksang Arts e, finalmente, sua primeira indicação ao Blue Dragon Awards, comparável a um “Oscar sul-coreano”.


Após a falha em A Piece of Your Mind e a inserção do ator na gigante do streaming, um novo k-drama chegaria para quebrar as barreiras de nacionalidade e idioma: D.P. Dog Day. Na trama lançada em 2021, Jung Haein dá vida a um soldado que precisa buscar desertores do exército, descobrindo as diversas razões dolorosas que os fizeram fugir. O drama fomentou discussões acaloradas sobre a realidade dos homens sul-coreanos durante o alistamento militar obrigatório. Além disso, garantiu cinco indicações no Baeksang Arts Awards, incluindo as categorias de atuação, direção e, a principal, Melhor Drama de TV.


No final do mesmo ano, Jung Haein estaria na boca do público novamente. Dessa vez, negativamente. O ator foi escalado como protagonista de Snowdrop, drama ambientado no período do Movimento Democrático na Coreia do Sul, durante a década de 80. A trama foi acusada de imprecisão histórica e um abaixo-assinado com mais de 280 mil pessoas solicitava o cancelamento da produção. Na época, os internautas questionaram a escolha do astro, afirmando que ele estaria “arruinando a própria carreira” e que seu “valor de marca estava diminuindo”. O que não sabiam é que gato cai em pé e Haein não pararia por ali.


O que vem por aí?

(Reprodução/Disney+)

Depois de sua brilhante atuação ao lado de Kim Jisoo, do BLACKPINK, o ator tem mais um projeto a estrear no streaming — agora, na Disney+. Jung Haein é o protagonista do drama Connect, assinado pelo experiente diretor japonês Takashi Miike (JoJo’s Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable). Aqui, o olhar "sutil e expressivo", mencionado no início do texto, está corrompido.


Na trama, o ator vive Ha Dongsoo, um homem que é sequestrado por um grupo de traficante de órgãos humanos e tem um olho roubado de seu rosto. Não demora muito até descobrir que a pessoa que está com seu olho é um serial-killer e que ele pode enxergar tudo o que o criminoso vê. Com tal possibilidade, o protagonista vai atrás do assassino para impedi-lo de matar mais pessoas. O k-drama chega ao catálogo da Disney+ em 7 de dezembro.



Em 2023, as atividades continuam e o artista já está escalado para viver uma nova história nas telonas. Ele estará em Veteran 2, atuando ao lado de grandes nomes do cinema sul-coreano como Hwang Jungmin, que está em Hunt e Narco-Saints, e Oh Dalsu, mestre do gênero policial na ficção. Vale mencionar que, por ser uma produção recém-anunciada, os detalhes sobre o enredo ainda não foram revelados.


E aos preocupados com o andamento e o futuro da carreira de Jung Haein, podem ficar tranquilos! Aparentemente o ator não pretende parar de atuar tão cedo. Em entrevista à revista GQ Korea, em 2021, revelou o que o motiva a continuar o seu trabalho nas telas, afirmando já ter se questionado sobre isso muitas vezes desde o início de sua trajetória.


“Desde a minha estreia, sempre me pergunto: 'Por que Jung Haein atua? Por que você está fazendo esse tipo de trabalho? Por que você continua fazendo isso?’ Em última análise, é porque é divertido, agradável e me deixa feliz. No entanto, quanto mais faço isso, descubro que não quero apenas ser feliz sozinho, mas também quero que as pessoas que assistem e as pessoas com quem trabalho se sintam felizes comigo. No final das contas, não é algo que você faz sozinho.”


Felizmente, essa jornada não tem data de validade.

Commentaires


bottom of page