top of page

Conheça os “nepo babies” do K-pop! Os idols com familiares influentes que dominam a indústria

O termo que viralizou nas redes recentemente chegou ao nicho do pop sul-coreano e gerou situações cômicas. Conheça alguns exemplos e entenda o fenômeno!


(Divulgação/SM Entertainment)

O termo “nepo baby” tornou-se um tópico quente nas redes sociais em dezembro de 2022 quando a revista New York dedicou a capa de sua última edição do ano ao artigo destaque que abordava o nepotismo na indústria de Hollywood. Na capa, se encontram estampados os rostos de celebridades mundialmente famosas como: Dakota Johnson, Lily-Rose Depp, Zoë Kravitz, Ben Platt e Maya Hawke.


As discussões acerca do nepotismo até então pouco aconteciam no ramo artístico e acabavam atreladas ao meio político e empresarial. Contudo, com a chama acesa na internet, furdunços acerca do sucesso “inesperado” de alguns jovens artistas acabaram tornando-se pautas frequentes. Na reta final de 2023, a discussão finalmente chegou ao nicho dos fãs de k-pop e acabou tomando proporções curiosas com a recente reação de Anton (RIIZE) a uma acusação de ser um nepo baby.


Apesar das reações diversas, ampla maioria do público interpretou com humor o comentário e a resposta do artista, mas apesar disso, é inegável que a indústria do entretenimento a nível global possui sim sua cota de nepotismo. De fato, não é possível afirmar que determinado artista está errado por possuir parentes influentes e ter seu ingresso na indústria “facilitado” por seus respectivos sobrenomes.


Entretanto, é necessário lidar com certo senso crítico com a forma na qual algumas celebridades conquistaram feitos, diferentemente daqueles que passaram pelo árduo processo de conquistar a fama por si só, sem quaisquer privilégios atrelados à árvore genealógica. Apesar da discussão tomar rumos sérios em alguns momentos, a diversão do público em apontar quem são os nepo babies acaba sendo a parte mais quente dos debates online. 


Independentemente das opiniões, podemos afirmar com convicção de que ser um “nepo baby” não representa a ausência de talento, afinal, existem inúmeros exemplos de artistas talentosos que ingressaram no entretenimento graças a certos privilégios. Nesta matéria, o Café com Kimchi vai apresentar alguns “nepo babies” do k-pop apenas a nível de curiosidade para quem se interessa em saber mais sobre aqueles nascidos em berço de ouro!




Anton (RIIZE)


(Divulgação/SM Entertainment)

O maknae do mais novo boygroup da SM Entertainment chamou a atenção do público quase que de imediato em seu debut no grupo com a faixa “Get a Guitar” lançada em setembro de 2023 como single do disco de estreia de mesmo nome. Apesar de muito jovem, Anton se destaca pela adorável aparência e um talento nato para música com cantor e violoncelista. 



Entretanto, o talento do maknae parece correr em suas veias, em especial, por ter como pai o conhecidíssimo cantor e produtor musical Yoon Sang, responsável pela composição de faixas para BoA, TVXQ! e outros artistas em sua passagem como produtor musical na SM Entertainment. Além do pai multitalentoso, Anton é filho da atriz Shim Hye Jin, que estrelou filmes como Marriage Story (1992) e Secret Love Affair (2014) ao lado de Yoo Ah In e Kim Hee Ae.


Com uma árvore genealógica tão impressionante, foi difícil para Anton sair ileso de acusações de nepotismo, em especial, quando considerada a importância e influência de seu pai na indústria musical sul-coreana.


Recentemente, o idol foi chamado de “nepo baby” em um Tiktok postado na conta oficial do RIIZE no qual o integrante e seu pai gravaram juntos o challenge de “Get a Guitar”. Entretanto, a reação divertida do idol ao responder o comentário com “born this way by lady gaga” rendeu risadas de internautas ao redor do mundo.



Ademais, independente da influência de seus pais na indústria do entretenimento, pode-se afirmar com segurança que Anton é de fato muito talentoso enquanto cantor, dançarino e musicista. Em especial, quando levadas em consideração as inúmeras demonstrações públicas de suas habilidades em apresentações. Pode-se dizer que crescer entre artistas renomados foi um belo incentivo e um privilégio que o maknae teve para desenvolver com êxito suas capacidades artísticas.





Sunny (Girls Generation) 


(Divulgação/SM Entertainment)

A veterana do Girls Generation provavelmente é um dos primeiros nomes que vem à mente no que diz respeito a “nepo baby” por ter como parente uma figura emblemática para a indústria do entretenimento. Além de vocalista do queridíssimo girlgroup da 2ª geração do k-pop, Sunny é nada mais nada menos do que sobrinha de Lee Soo Man, o fundador da SM Entertainment, primeira empresa a compor o que compreendemos por Big 3 do k-pop.


De fato, a ligação entre Sunny e Lee Soo Man é de fato sanguínea, tendo em vista que o pai da artista é irmão do produtor musical e ex-CEO da SM Entertainment. Neste caso, também é possível afirmar que o dom para música está nos genes, afinal, o pai de Sunny chegou a cantar em uma banda universitária quando jovem enquanto o Lee Soo Man era cantor entre os anos 70 e final da década de 80.


A integrante do SNSD fez sua estreia em 2007 e chegou a ser alvo de críticas e questionamentos acerca da possibilidade de ter ingressado na empresa graças a influência de seu tio, mas acabou provando que seu talento e esforço vão muito além de uma árvore genealógica renomada.




Sieun (STAYC)


(Divulgação/High Up Entertainment)

A integrante do STAYC conquistou a atenção do público antes mesmo de sua estreia como idol de um dos girlgroups mais queridos da 4ª geração. Além de cantora, Sieun é atriz e fez sua estreia nas telas em 2014 aos 13 anos de idade na série televisiva Pluto Squad (2014), além de aparições anteriores em programas televisivos como Star Junior Show Bungeoppang (2012) e Star Family Show (2013)


Com um currículo invejável de atuações em filmes e k-dramas, Sieun chegou a vencer o prêmio de Melhor Jovem Atriz no SBS Drama Awards de 2018 por seu papel em Still 17 (2018). A idol chegou a ser trainee da JYP Entertainment e teve sua carreira de atuação gerenciada pela JYP Actors até a extinção do selo em 2019, ano no qual assinou com a High Up Entertainment, responsável pela gestão do STAYC.


Com um extenso currículo de talentos e sucessos na música e na atuação, não é de se surpreender que Sieun seja filha de Park Nam Jung, um dos mais populares cantores sul-coreanos da década de 80. Um caso interessante a se observar devido a aparição da artista ao lado de seu pai em programas de variedades desde a infância, antes mesmo de sua estreia como atriz mirim.





Boram (T-ARA)


(Divulgação/MBK Entertainment)

Com uma árvore genealógica repleta de artistas famosos na Coreia do Sul, era de se esperar que Boram seguisse a tradição da família ao ingressar no ramo do entretenimento. A integrante do T-ARA além de bem sucedida como idol, também exerce a função de atriz desde 2009 após sua estreia no k-drama Soul (2009) da MBC. Antes mesmo da estreia do T-ARA, Boram chegou a lançar dois singles: a faixa  "Is It Today", lançada em 15 de abril de 2008 como parte do disco “Lucifer Project Vol 1. 愛” e o EP From Memory”, composto de duas canções lançado em 14 de novembro do mesmo ano.


A artista é filha de Jeon Young Rok, um solista do gênero trot extremamente popular na Coreia do Sul entre as décadas de 70 e 80, e sua mãe é a atriz Lee Mi Young conhecida por incontáveis trabalhos em filmes e k-dramas como: Loving You a Thousand Times (2009) e Herb (2007). Boram faz parte da terceira geração de artistas de sua família, afinal, seu avô Hwang Hae, e sua avó, Baek Sul Hee também eram cantores famosos.





Huening Kai (TXT), Huening Bahiyyih (Kep1er) e Lea Huening (J’LEA)


(Divulgação/IST Entertainment/HYBE/Model Directors Ent)

Os irmãos Huening conquistaram o público aos poucos e de diversas formas, em especial, após a estreia de Huening Kai no boygroup Tomorrow X Together (TXT), gerenciado pela HYBE. Entretanto, antes mesmo do irmão mais novo estrear, a primogênita Huening Lea fez sua estreia no girlgroup VIVA em 2017, mas que chegou ao fim em 2019, ano de estreia do TXT.


Em 2022, Huening Bahiyyih fez sua estreia no grupo feminino Kep1er através do reality show de sobrevivência da Mnet, Girls Planet 999, no qual alcançou o segundo lugar do ranking. Seu destaque no programa chegou a ser questionado diversas vezes por internautas que associaram o sucesso da estreante à bem sucedida carreira de seu irmão mais velho. Apesar das acusações de nepotismo — desta vez, curiosamente associado ao irmão — Bahiyyih provou ser capaz de construir sua bem sucedida trajetória no grupo temporário. 



O que nem todos sabem é que na verdade, os irmãos Huening não são as primeiras celebridades do ramo musical da família, afinal, o pai dos três é o músico Nabil David Huening, brasileiro nascido no Maranhão, mas que viveu boa parte da vida entre a China, a Coreia do Sul e os Estados Unidos. Apesar de contar com apenas um disco em sua carreira, o músico tornou-se uma figura popular na China após participar do reality show chinês intitulado X-Change (2006) no qual viajou para o interior da China em uma espécie de “troca de famílias”, o próprio Huening Kai fez uma participação no programa quando ainda era criança, aos 4 anos de idade.



Conhecia alguns desses “nepo babies”? Já ouviu falar do termo? Comente com o Café com Kimchi em nossas redes sociais!


71 visualizações

コメント


bottom of page