top of page

Grupo da nação: Relembre os melhores momentos da carreira do Girls' Generation

Atualizado: 5 de ago. de 2022

Nos preparativos para o comeback com 'Forever1' no dia 8 de agosto, confira grandes momentos do SNSD

(Reprodução / SM Entertainment)

Girls' Generation make you feel the heat!”: que o SNSD é o grupo da nação, todo mundo sabe. Afinal, elas foram o grupo que deu origem a várias tendências no K-pop, ajudando a desenvolver o gênero que hoje conhecemos e amamos. Elas também são as representantes da SM Entertainment, grande empresa que faz parte da Big3, e são referência para os idols de todas as gerações sucessoras.


O grupo está comemorando 15 anos de carreira e, para deixar a data ainda mais especial, as integrantes do Girls' Generation se juntaram para fazer um comeback! Após 5 anos de hiatus, elas finalmente estão de volta e prometem arrasar nesse retorno. O Café Com Kimchi reuniu os destaques desses anos para te ajudar a relembrar a carreira brilhante do grupo! Confira a lista logo após a publicidade:



Maiores hits da Coreia do Sul


(Reprodução / MBC)

O Girls' Generation já chegou com o pé na porta. Into The New World, canção de debut do grupo, fez barulho na Coreia do Sul. O efeito desse single é mais sentido nos dias atuais, na verdade: ele é utilizado durante protestos políticos, estudantis e sociais no país, além de ser figurinha marcada nas paradas LGBTQIA+, por causa de sua letra inspiradora e esperançosa.


Em muitos caminhos desconhecidos Eu sigo um pequeno feixe de luz Isso é algo que faremos juntos até o fim Entrando no meu novo mundo”

Segundo a plataforma de streaming Melon, Gee é a canção mais popular dos anos 2000. Isso se deve a vários fatores: o ritmo viciante, a letra chiclete, o videoclipe adorável e as mais de 100 mil cópias vendidas somente no ano do lançamento. Gee foi um hit instantâneo desde o primeiro momento que foi colocada nas plataformas de streaming da época, se tornando um clássico da cena musical do país e recebendo covers, assim como todos os outros singles do Girls' Generation, até hoje.


O sucesso do SNSD se estendeu para além da península asiática. O single I Got A Boy, lançado na virada do ano de 2013, atraiu atenção internacional. Apesar da melodia frenética e dos visuais muito coloridos, o videoclipe ganhou o prêmio de Vídeo do Ano do YouTube Music Awards da época, deixando nomes como Justin Bieber para trás. The Boys também teve sua notoriedade, criando o legado dos bordões — vai dizer que nunca viu um "Girls, bring the boys out!" por aí na internet? — e vendendo mais de 21 mil unidades digitais nos Estados Unidos.



Apresentações mais que memoráveis


(Reprodução / MBC)

O Girls' Generation não é bom apenas fazendo música — elas também sabem dar um show como ninguém, e as performances são prova disso. O conceito de fancams, por exemplo, nasceu por conta de uma apresentação que elas fizeram em 2010, em que performaram Gee e Oh! em um jogo de futebol americano na Coreia. Fizeram um vídeo individual da Yuri, que viralizou por conta da dança e visual da integrante, e deu início à tendência que hoje conhecemos como fancams. Além disso, o vídeo da performance inteira conta com 11 milhões de visualizações no YouTube.


A performance de Genie no telhado é outra que precisa ser comentada. Ela foi transmitida em 2009 pela MBC e possui a maior audiência do canal: 17.2%. Quase 9 milhões de sul-coreanos ligaram a televisão para assistir à apresentação gravada por helicópteros e ela é, até hoje, lembrada como uma das performances mais icônicas não apenas do grupo como também do K-pop. O conceito do single no geral também é muito honrado, com diversos ouvintes apontando os uniformes que as integrantes usaram como um dos melhores figurinos da indústria.


I Got A Boy e The Boys no KBS Dream Concert de 2013 não poderiam ficar de fora. Elas já seriam notáveis por si, sendo performances impecáveis do início ao fim, mas o fanchant frenético da audiência torna tudo ainda melhor. A parte mais legal disso tudo é que a plateia não era composta apenas por SONEs (fandom do Girls' Generation), o que representa ainda mais a fama do grupo e o amor que todos sentem pelas integrantes. O barulho dos espectadores é tão alto que você mal consegue ouvir a letra das músicas!



Shojo Jidai: quebrando as barreiras da Coreia do Sul


(Reprodução / SM Entertainment)

O sucesso do SNSD não se limitou apenas ao seu país de origem. O caminho trilhado no Japão teve início em 2010, quando o grupo assinou com uma divisão da Universal Music Japan. A versão japonesa de Gee foi lançada ainda naquele ano, sendo o single mais bem sucedido do grupo no país. No ano seguinte, em 2011, o Girls' Generation já tinha fama suficiente para fazer uma turnê: a The 1st Japan Tour teve 14 shows ao todo e precisou ter apresentações adicionadas devido à demanda de mais de 300.000 ingressos.


A discografia japonesa do SNSD é tida por muitos como ainda melhor que a coreana, sendo composta por singles e b-sides impecáveis. Mr. Taxi, Galaxy Supernova e Paparazzi não foram bem sucedidas apenas nas paradas musicais; foram abraçadas pelo público japonês, coreano e internacional. Faixas de álbuns como Karma Butterfly são as favoritas dos fãs. O Girls' Generation é o primeiro grupo feminino estrangeiro da Ásia a ter três álbuns que alcançaram o primeiro lugar na Oricon, principal chart japonês.



Para além do grupo: destaque nas carreiras solo


(Reprodução / SM Entertainment)

Taeyeon foi a primeira integrante do grupo a ter um debut solo. Em 2015, ela lançou I, seu primeiro EP de muitos. O full album My Voice, lançado em 2017, veio acompanhado do single Fine e de sua primeira turnê solo. Sua carreira solo como artista musical foi e é, até os dias atuais, muito bem recebida pelo público, com Taeyeon tendo presença marcada em programas como o Amazing Saturday.




Hyoyeon também está brilhando como solista. A dançarina principal do SNSD lançou seu primeiro mini álbum este ano, mas já tem vários singles em sua discografia. As outras integrantes tiveram seus lançamentos solo ao decorrer dos anos, e Tiffany começou a investir na carreira internacional sob o nome Tiffany Young, tendo feito até uma turnê solo. A parte mais interessante sobre as carreiras individuais de cada integrante é a diferença de sonoridade entre elas; Taeyeon favorece baladas, Hyoyeon prefere o eletrônico e Yuri se rendeu ao pop.



Elas não param apenas na área musical: Yoona e Seohyun fizeram seus nomes na atuação. Seohyun atuou em obras conhecidas da Netflix, aparecendo em Private Lives e, recentemente, no filme sobre BDSM Amor com Fetiche. Ela também já participou de vários doramas, como Scarlet Heart: Ryeo, e fazendo seu nome no teatro musical, sendo a protagonista de …E o Vento Levou.


(Reprodução / Innisfree)

Yoona é conhecida como a “rainha dos CF”. CFs são commercial films, nos quais um integrante de um grupo de K-pop é apresentando ao público geral por estar representando determinada marca em uma propaganda. Em 2012, Yoona apareceu em, ao menos, 20 anúncios na televisão, além de ser uma grande porta-voz dos produtos de beleza asiáticos. Sua colaboração de longo prazo com a Innisfree a rendeu o título de “pioneira da Hallyu”, e sua beleza é tão amada pela nação que ela deu à luz a posição de visual nos grupos de K-pop. Sua fama na atuação é notável em doramas como Love Rain, You Are My Destiny e Hush.




E aí, você também faz parte da nação SONE? Não se esqueça de contar para o Café qual a sua parte favorita da carreira do Girls' Generation nas redes sociais!


247 visualizações

Comments


bottom of page