top of page

Conheça B.I, talentoso rapper que integrou a formação original do iKON

O solista recentemente lançou novo single que faz parte do segunda metade do álbum “Love or Loved Pt.1”


(Divulgação / L'Officiel)

Na última sexta-feira o cantor e rapper B.I retornou com lançamento do pré-single “4 Letters”, faixa em parceria com o cantor filipino-australiano James Reid. A música compõem a trilha do novo EP do artista “Love or Loved Pt.2”, projeto no qual a faixa titulo estreia dia 27 de outubro e o álbum completo,10 de novembro. Além disso, a discografia é a segunda parte do álbum "Love or Loved Pt.1” lançado em novembro do ano passado, disco que apresenta o hit “BTBT” que já acumula mais de 70 milhões de visualizações no Youtube em sua versão performance.


Atualmente o cantor está na Europa com a turnê “Love or Die” que iniciou em setembro deste ano. Até o momento, o artista já passou pela Holanda, Luxemburgo, França, Espanha, Suíça, Itália e Polônia, com próxima parada na Estônia, Finlândia e mais cidades do continente europeu.

Com uma carreira de altos e baixos, saída do iKON, escândalos com drogas, B.I mostra como recomeçar sempre é uma alternativa e uma polêmica não dita o fim da jornada. Para os que não conhecem o solista, o Café separou as principais informações da carreia do artista até aqui, inicio, principais hits e mais. Confira logo após a publicidade.





Debut no IKON e o sucesso avassalador nas composições


Kim Hanbin, nome de batismo do cantor, nasceu no dia 22 de outubro de 1996 em Seul, Coreia do Sul. Ingressou na YG ENTERTAINMENT em 2011 como trainee, onde debutou no grupo IKON em 2015. Além de dançarino principal e Rapper, Hanbin era líder do grupo e chamava atenção pelo talento nas composições. Principal compositor das músicas do IKON, B.I coleciona sucessos que vai desde “My Tape”, pré debut do grupo, "Rhythm Ta” e o maior sucesso, "Love Scenario”.



Antes do debut oficial do IKON, B.I, Bobby, Jinhwan, June, Donghyuk e Yunhyeong participaram do programa de sobrevivência "WIN: Who is Next", no Time B, reality que formou o grupo Winner. Em 2014, os meninos participaram de mais um programa, dessa vez para definir a formação final do IKON. No programa apenas B.I, Bobby, e Jinhwan tinham vagas garantidas, os outros membros competiram contra três trainees da empresa e no final, cinco deles iriam se juntar aos três já confirmados no grupo.



Escândalo com narcóticos e saída do IKON


Divulgação / 131 Label

Em julho de 2019, a Dispath revelou uma série de prints exibindo conversas de B.I. com um traficante, na tentativa de comprar drogas. Na investigação do caso, além das mensagens expostas de 2016, também houve acusações de que Hanbin havia usado esses narcóticos. B.I confirmou a acusação de que teria comprado, mas não havia usado por medo. Em uma carta publicada nas redes sociais, o cantor anunciou a saída do iKON.


A saída do B.I do grupo ocasionou grande comoção do fandom. Os fãs insatisfeitos com o ocorrido fizeram um abaixo assinado com 700 mil assinaturas pedindo o retorno do rapper ao grupo, além de subir a hashtags “HanbinStayWithUs” (Hanbin fique conosco) nas redes sócias. A YG também sofreu impacto com a saída do artista, as ações da empresa caiu 4% logo após o anúncio de B.I e o escândalo de Seungri no caso de prostituição da boate Burning Sun.


Em fevereiro de 2020, a polícia sul-coreana revelou que o teste toxicológico de Hanbin havia dado negativo para o uso de drogas. No julgamento em 2021, a promotoria afirmou que B.I fez o uso da maconha ao menos três vezes, no período de maio a abril de 2016, além de comprar LSD. Hanbin falou sobre a acusação: “Admito todas essas acusações e estou autor refletindo”.


Na sentença, B.I foi condenado pelo tribunal há 4 anos de condicional, pena que cumpriria em liberdade, além de cumprir 80 horas de serviço comunitário, mais 40 horas de curso de tratamento anti drogas e também o pagamento de uma multa de 1,5 milhão de won que equivale a 1.284 mil de dólares.




Recomeço: B.I debuta como solista


Após ficar dois anos afastado do ramo musical, B.I retorna em setembro de 2020 como diretor excecutivo da IOK Company, e também chefe da 131 Labels subsidiária da empresa. Em março de 2021, o solista estreou com o primeiro álbum “LOVE STREAMING”. A discografia de Hanbin conta com 3 faixas, incluindo a faixa-título “Midnight Blue”. Os lucros do álbum foram doados a instituição sem fins lucrativos Visão Mundial, organização que apoia crianças em crise.


Em junho do mesmo ano B.I retornou com o álbum "WATERFALL". O disco liderou o topo das paradas no iTunes em mais de 20 países e a faixa titulo "illa illa" dominou o Top Songs da plataforma em 17 países, incluindo Brasil. E não para por aí, no Melon B.I emplacou as 12 faixas do disco nos hits mais ouvidos da plataforma. Outro feito do álbum foi entrar na lista da Times de melhores músicas e álbum de K-pop de 2021.


A discografia ainda contou com a participação da solista feminina Lee Hi na faixa "Daydream" e com o rapper e produtor musical Tablo em "Stay". No mesmo ano o B.I também lançou a versão remix do hit “illa illa” intitulado "Lost at Sea" em parceria com o cantor britânico Bipolar Sunshine e o cantor indonésio Afgan.


Durante o ano de 2021 B.I não parou de trabalhar! Em “Cosmos", álbum lançado em novembro do mesmo ano, BI vai em busca de um amor eterno, e nele vemos um lado romântico e sonhador do cantor, principalmente na faixa titulo que leva o nome do disco. Com sete músicas, o projeto possui a participação do artista Colde na faixa "NERD". Segue abaixo o clipe de “Cosmos”.



E ele não parou de vencer! Investindo no cenário global, B.I assinou contrato com a agência americana Wasserman em fevereiro de 2022. A empresa é responsável em administrar a carreira de Coldplay, Imagine Dragons, Ed Sheeran e Skrillex. Além disso, o artista fechou um acordo com Tom Windish, agente da cantora Billie Eilish. Com contrato assinado, B.I começou a desenvolver o primeiro trabalho com foco global que além de um EP também contaria com uma turnê.


"Love Or Loved” foi a primeira parte do projeto lançado em novembro de 2022. O álbum de 5 faixas apresenta o grande hit "BTBT" em parceria com Soulja Boy e DeVita. Em 2023, "To Die for", segundo álbum completo do artista, foi lançado e encerrou o primeiro capítulo contado pelo cantor. Para se dedicar nessa segunda metade do projeto "Love Or Loved PT 2”, B.I deixou o cargo de diretor na 131 Labels. A estreia do álbum está previsto para 10 de novembro, e a faixa titulo estreia dia 27 de outubro. Enquanto a parte dois não sai, ouça a parte um abaixo.



Conta para gente qual sua música favorita artista nos comentários e não esqueça de seguir o café nas redes sociais.

51 visualizações

Comments


bottom of page