top of page

Conheça Jo Kwon, líder do grupo 2AM e primeiro idol de K-pop a se identificar como agênero

Atualizado: 25 de ago. de 2023

Com talentos vocais, de dança e atuação, Jo Kwon veio para quebrar estereótipos da tão conservadora indústria de entretenimento sul-coreana


jo kwon 2am

(Reprodução/Instagram)


É bem raro encontrar ícones assumidamente LGBTQIAP+ no mundo das celebridades sul-coreanas, principalmente devido à sociedade conservadora do país. Segundo artigo da reuters, foi apenas em fevereiro desse ano que o Tribunal Superior de Seul concedeu direito ao primeiro reconhecimento legal de união de pessoas do mesmo sexo — período em que permitiu cobertura conjugal no sistema de público de saúde local a um casal homoafetivo. Ações como essa dão esperança de que o país seguirá um caminho para não apenas aceitar as comunidades minoritárias em direito, mas, também, em reconhecer a necessidade de revisão em leis e condutas sociais.




Inseridos nesse ambiente, existem celebridades dispostas a lutar pelos seus direitos e por uma mudança no mundo do entretenimento, mesmo que de maneira inicial. Entre elas, temos Jo Kwon, artista com talentos em música, dança e atuação e, também, a primeira pessoa no K-pop a se identificar como agênero. Para explicar melhor o significado, o termo se refere à ausência de gênero, além de englobar também indivíduos que não se enxergam na binaridade feminina e masculina.


Kwon debutou em um boygroup no documentário Hot Blood”, produzido pela JYP Entertainment, que apresentou seus participantes em treinamentos físicos intensos para integrar dois tipos diferentes de grupos: um com 4 membros, focado em baladas (estilo de música), ou um grupo de 7 membros (que, futuramente, originou o 2PM). Após vários episódios, Jo Kwon se tornou líder da primeira formação mencionada e debutou no 2AM, em julho de 2008, com a música “This Song”.





Carreira de Jo Kwon


Mesmo com o sucesso do 2AM, os membros decidiram focar nas carreiras individuais, e, em 2010, Jo Kwon lançou sua primeira música solo, 고백하던 날 (The Day I Confessed). O single foi composto na época em que participou do "We Got Married", reality show focado em formar um casal de celebridades coreanas e mostrar como seria se fossem casados, no qual Kwon fez par com a cantora e dançarina Gain.


Foi em 2012, porém, que Jo Kwon começou a mostrar trabalhos mais direcionados à comunidade LGBTQIAP+. Em junho daquele ano, lançou seu álbum solo, "I’m Da One", e recebeu muitos elogios de vários dançarinos e coreógrafos pela sua performance da música “Animal”. Na apresentação em questão, Kwon utiliza sapatos de salto alto, um figurino extravagante e realiza vários movimentos de vogue.


"I’m Da One" também foi um disco muito comentado anos depois, por ter a colaboração de J-Hope. Na música “Animal”, o integrante do BTS participa tanto como rapper, mas, também, como backdancer da faixa titular do álbum. Confira a performance abaixo:



A partir daí, Jo Kwon foi inserindo-se cada vez mais em projetos desafiadores para idols de K-pop, principalmente quando se trata de imagem pública. Em 2013, se juntou ao elenco do musical "Jesus Christ Superstar", que conta uma história bíblica, mas com músicas em versão rock. Na montagem, interpretou o papel de Rei Herodes.



Em 2017, Jo Kwon deixou oficialmente a JYP Entertainment, e, desde então, o 2AM está em hiatus, sem produzir novas músicas. Esse momento foi o ponto de partida para Kwon fazer várias participações em programas de variedades e talk-shows, como "Family Outing" e "Healing Camp", além da sitcom "All My Love For You" e o K-drama "The Queen of Office".


Kwon também recebeu uma proposta do grupo de dança “LACHICA” durante o realityStreet Woman Fighter”. O convite era para participar de uma missão com o tema “Man of Woman”, em que as equipes — femininas — convidaram dançarinos do gênero masculino e competiam pela melhor performance. A apresentação do grupo foi ao som de “Born This Way”, da Lady Gaga, artista abertamente a favor dos direitos LGBTQIAP+, e, assim como a faixa, toda a coreografia foi uma carta aberta em apoio à comunidade.



Trabalhos atuais de Jo Kwon


jo kwon vogue 2am

(Divulgação/Vogue)


Esse ano, Jo Kwon fez uma aparição no reality show Boys Planet, em uma missão especial como “Star Master”, em que os competidores tiveram que mostrar suas habilidades para atuação a alguém experiente. Inclusive, o seu trabalho mais recente também tem relação com programas televisivos de sobrevivência — os famosos survivals.

Atualmente, Jo Kwon participa da mentoria do reality "R U NEXT", projeto que formará o mais novo girlgroup da HYBE. Juntamente à Gyuri, do KARA, os cantores Lee Hyun (MIDNATT) e Kim Jae Hwan e a dançarina e coreógrafa Aiki, Kwon integra o painel de jurados do programa, que é apresentado pela Sooyoung, do Girls' Generation.



Representatividade LGBTQIAP+


jo kwon todos estão falando sobre jamie

(Divulgação/LG Arts Center)


Recentemente, Jo Kwon falou abertamente, em entrevista ao portal Newsis, que se define como uma pessoa de gênero neutro. Se, antigamente, no meio do K-pop, assuntos como sexualidade, identidade e direitos LGBTQIAP+ eram tratados como tabu, hoje em dia tais temas já aparecem na mídia com um pouco mais de frequência.



Jo Kwon afirmou que, no passado, tinha medo de passar uma imagem mais feminina e se sentia mal quando as pessoas comparavam sua aparência com a de Taeyeon, do Girls' Generation, ou a da atriz Choi Jiwoo (Sh**ting Stars). Apesar disso, hoje em dia, consegue se aceitar como é e usa isso como uma arma na arte e na vida. Em seu oitavo papel em um musical, uma peça baseada na história real do filme “Todos Estão Falando Sobre Jamie”, Kwon interpreta Jamie, um adolescente que tinha o sonho de ser uma drag queen. Segundo elu, além de se inspirar no papel em que está vivendo na trama, também tem emprestado ensinamentos pessoais para compor o personagem.


“Existem homens femininos e mulheres masculinas. Homens podem ter interesse em produtos de beleza. O tempo muda e acho que mais pessoas poderão abrir sua mente para pessoas como Jamie", comentou, durante entrevista ao portal Newsis, em 2020. "Quando falarem sobre musicais queer ou sobre drag queens, como ‘Jamie’, ‘Priscilla’, ‘Kinky Boots’ ou ‘Hedwig’, quero ver meu nome estampado ao lado destes títulos. Eu quero que as pessoas digam: ‘Claro que Jo Kwon tem que estar nesse musical.'"


Já conhecia o trabalho de Jo Kwon? Comenta por aqui. Ah, e não se esqueça de seguir o Café com Kimchi também nas redes sociais!

425 visualizações

Comments


bottom of page