top of page

BIGBANG vai acabar? O que esperar do futuro do lendário grupo após os integrantes saírem da YG?

Após acumular recordes com o lançamento de Still Life, os integrantes do BIGBANG passarão por uma nova fase na carreira

(Reprodução/YG Entertainment)

O ano de 2022 terminou com alguns desfalques no quadro de artistas da YG Entertainment. Além do fim do contrato do IKON, os integrantes Taeyang e Daesung, do BIGBANG, deixaram a empresa. Esta não é a primeira vez que um membro do icônico grupo, em atividade desde 2006, deixa a empresa, já que T.O.P. encerrou seus trabalhos sob o selo da companhia em fevereiro do ano passado.


Já fora da YG Entertainment, T.O.P. lançou, ao lado de seus membros, o single Still Life, em abril de 2022, afinal, o fim de seu contrato exclusivo com a empresa não significa que o rapper saiu do grupo. Segundo o pronunciamento da companhia no ano passado, “desde que as condições sejam adequadas, T.O.P. participará das atividades do BIGBANG sempre que puder”.


Com todos os quatro integrantes, o aguardado comeback do BIGBANG — que não lançava trabalhos em grupo desde o single Flower Road, em 2018 — foi um sucesso absoluto. Still Life se manteve na primeira posição do MelOn por 504 horas, conquistou mais de 80 PAK’s, nove vitórias em music shows e garantiu um espaço de destaque na Billboard Global 200, nos Estados Unidos, estreando em nono lugar.


Além disso, a música entrou no Top 10 Global da Billboard, com exclusão dos Estados Unidos, dividindo o chart com artistas como Harry Styles, Ed Sheeran e Justin Bieber, agarrando a terceira posição. Como é possível notar, o impacto do retorno do BIGBANG foi além da Coreia do Sul. Mas, com as recentes saídas da YG Entertainment, o que podemos esperar do futuro do grupo?


Renovação de contrato é um assunto recorrente desde 2015

(Reprodução/YG Entertainment)

Quando lançaram o documentário “BIGBANG Made: The Movie”, em 2016, o grupo da YG Entertainment foi honesto com os fãs sobre suas reflexões ao longo de seus dez anos de carreira (recém completados naquela época). O fantasma da renovação de contratos, que atinge a todos os artistas de K-pop ao longo sua primeira década na indústria, bateu na porta e foi um assunto-chave no longa-metragem. Por fim, afirmaram querer continuar como integrantes do BIGBANG por muito tempo e revelaram a consolidação de seus laços com a empresa no ano anterior, 2015, durante a turnê MADE e a gravação do filme.


Em 2018, veio o alistamento de G-DRAGON, Daesung e Taeyang — na época, T.O.P. já estava cumprindo suas obrigações militares para com o país —, momento acompanhado do lançamento da canção Flower Road, considerada um presente para os fãs antes da longa ausência que viria. Na música, eles cantam que, caso seus adoradores queiram deixá-los, eles vão “espalhar flores no caminho” que decidirem seguir. Mas, aqui, o que nos interessa mesmo é a primeira estrofe do single, em que o BIGBANG afirma: “este não é o fim para nós, vamos nos encontrar de novo quando as flores florescerem”.



Em março de 2020, uma notícia acendeu os faróis dos V.I.P.s (nome do fandom do BIGBANG), quando os integrantes, pela terceira vez, renovaram o contrato com a YG Entertainment, após o terem feito em 2011 e 2015. Naquele ano, havia promessas de um comeback e estavam até confirmados na line up do festival Coachella — mas, sabemos que a pandemia de Covid-19 impediu a execução do evento. Passaram-se dois anos até o próximo passo, já mencionado no início do texto: o lançamento de Still Life, em 2022, até a saída de três dos quatro membros da YG Entertainment. E agora?


Taeyang e G-DRAGON vão lançar novas músicas em 2023

(THE BLACK LABEL/Vogue)

A dupla de amigos que cresceram juntos na Big 3 do K-pop está com um planejamento mais definido para 2023. G-DRAGON, que, até o momento, não encerrou o contrato com a YG Entertainment, preparou um vídeo para os fãs no início de janeiro, intitulado “GUERRILLA DESK: G_DIVISION”. Ali, afirmou que gostaria de ter encontrado os V.I.P.s para promover Still Life e disse que está com planos de lançar um novo álbum este ano, seis anos após a estrondosa estreia do seu disco autointitulado, KWON JI YONG.


“Eu pretendo encontrá-los através de várias atividades. Também estou preparando um álbum. Garanto que vou trazer boas notícias para vocês este ano.”

Enquanto isso, Taeyang assinou contrato com a THE BLACK LABEL, gravadora subsidiária da YGE, liderada pelo produtor e compositor Teddy Park. Por estar trabalhando ao lado de profissionais com quem esteve por longos anos de sua carreira, é seguro dizer que o vocalista está na mesma vizinhança de sua companhia anterior. Agora, o cantor se prepara para lançar o single VIBE em 13 de janeiro, na qual colabora com Jimin, do BTS.


T.O.P. coleciona trabalhos e Daesung mantém mistério sobre futuro

(Reprodução/YG Entertainment)

Primeiro integrante do BIGBANG a deixar a empresa em 2022, T.O.P. afirmou querer “expandir suas atividades pessoais” e, acredite, o rapper foi bem mais literal em suas palavras do que poderíamos imaginar. Quem desconhece sua personalidade fora dos palcos não imagina que o cantor é colecionador de arte e cadeiras, além de ser apaixonado por vinhos.


Muito respeitado no mundo da arte, Choi Seunghyun — seu nome verdadeiro — participa de curadorias em leilões e museus, além de ser frequentemente convidado para exposições e eventos de arte internacionais. Na Coreia do Sul, seu acervo pessoal é tão extenso e valioso que chegou a ser emprestado para exibição no Leeum Museum of Art, administrado pela Samsung Foundation of Culture.


Recentemente, T.O.P. abriu sua própria franquia de vinhos, a T’SPOT, e foi convidado a uma viagem ao redor da lua, em um projeto do bilionário japonês Yusaku Maezawa — o evento inusitado acontecerá neste ano. Quanto à música, o rapper afirmou ter escrito mais de 100 canções durante os cinco anos em que esteve fora da indústria de K-pop e prometeu que retornará com o seu primeiro álbum solo em breve.


“Eu tenho gravado continuamente durante o hiatus e terão muitos diferentes gêneros em meu álbum. Gastei muito suor e esforço para tornar este álbum possível”, disse T.O.P., em entrevista para a revista Prestige Hong Kong.

Já Daesung está sendo sigiloso sobre o futuro de sua carreira. Atualmente, o cantor, que é um solista de sucesso no Japão sob o nome artístico D-Lite, tem um canal do Youtube intitulado “D’splay”, onde publica vlogs e mostra suas incríveis habilidades como baterista. Após anunciar sua saída da YG Entertainment, o vocalista publicou uma carta agradecendo à empresa em que trabalhou por tantos anos e disse que está partindo para uma nova aventura.


“À medida que 2023 se aproxima, estou dando um passo à frente com esse coração ousado, para o futuro nebuloso, onde ninguém pode esperar nada. No entanto, estou tentando percorrer esse caminho de forma silenciosa, mas corajosa.”


E o BIGBANG enquanto grupo? Vão continuar juntos?

(Reprodução/YG Entertainment)

Se há algo que os fãs devem ter em mente é que a marca BIGBANG continua pertencendo à YG Entertainment, na qual apenas o líder G-DRAGON está vinculado atualmente. No entanto, isso não impede em nada que os outros três integrantes fora da empresa continuem na formação — inclusive, o fim do BIGBANG enquanto grupo jamais foi mencionado em nenhum dos anúncios de rescisão de contrato.


Portanto, é esperado que o BIGBANG retorne com todos os integrantes assim que estiverem disponíveis para conciliar suas atividades solo com a agenda do grupo — algo que não seria novidade para eles, que já o fazem há anos. Ao olhar para trás, é possível notar que uma das características mais marcantes do boygroup é a capacidade de serem ativos e bem-sucedidos tanto em grupo quanto em suas carreiras como solistas.


Por último e não menos importante, fica aqui a menção ao grupo no parágrafo final da carta de Daesung, recentemente divulgada, na qual reitera a posição dos demais integrantes em sua história e que, de certa forma, resume um sentimento coletivo sobre o quarteto. “Alguém disse que nada dura para sempre. Não… Há algo que, definitivamente, dura. É o BIGBANG.”

932 visualizações

Posts Relacionados

Comments


bottom of page