top of page

[CRÍTICA] "Youth in the Shade" mostra que ZEROBASEONE não chegou no K-pop para brincar

O boygroup formado no survival show Boys Planet entrega álbum de debut consistente e divertido


Nove homens com roupas claras, em fundo claro com gramado
(Divulgação / WAKEONE Entertainment)

Se é um divisor de águas entre a 4ª e 5ª geração do K-pop, é mais complexo e bem cedo para dizer, mas que ZEROBASEONE fez um trabalho no mínimo muito bom em seu debut, isso é perceptível. O boygroup formado no survival show Boys Planet fez sua estreia na última segunda-feira (10) com o mini álbum Youth In The Shade, com muitas expectativas geradas por toda sua trajetória desde a formação durante o reality. O grupo mal chegou na indústria e já se tornou million seller com um álbum que definitivamente vale todas as cópias vendidas.



Kim Ji Woong, Zhang Hao, Sung Han Bin, Seok Matthew, Kim Tae Rae, Ricky, Kim Gyu Vin, Park Gun Wook e Han Yu Jin são os nove garotos que formam o novo boygroup. O noneto, agora gerenciado pela empresa WakeOne Entertainment, entregou tudo de si em Youth in the Shade, formando um álbum bem sólido e divertido, repleto de talento e um fácil gerador de expectativas acerca dos próximos passos do grupo na indústria musical.


Vocais bem alinhados e faixas cativantes são alguns dos aspectos que marcam Youth In The Shade, o primeiro mini álbum de ZB1 - como também são conhecidos. De cara, o boygroup mostra que tem características muito únicas, e que pelo menos neste primeiro projeto, tem diferenças bem marcantes do que a 4ª geração costuma entregar - mas talvez não revolucionário o suficiente para dar início a uma nova geração, o que não é importante quando se tem talento.


Youth In The Shade é composto por seis faixas muito sólidas que harmonizam muito bem juntas, e definitivamente não possui nenhum skip, desde a faixa título até as b-sides. É um álbum perfeito para quem gosta de pop, com toques de R&B cheio de leveza nos vocais e no ritmo também. Cada track é memorável, cheia de personalidade e dá vontade de colocar no repeat até cansar.




Faixa a faixa


Resumindo cada faixa em poucas palavras, Back to ZEROBASE abre muito bem o álbum, sugerindo que o melhor ainda está por vir, e de fato está. Em seguida, In Bloom, a faixa título, mantém a consistência do projeto, com a presença sucinta do sample do clássico da década de 80, Take On Me do a-ha, sem tirar a personalidade do grupo, é a música perfeita para ficar por dias na cabeça. New Kidz on the Block é a terceira faixa, tão animada e no mesmo nível de suas antecessoras e sucessoras.


And I e Our Season são faixas em que a rap line do grupo tem mais presença, já que até então tem se mostrado mais tímida e leve, característica que é mais uma vez, pouco parecida com o que os boygroups da 4ª geração propõem, raps mais pesados e presentes. Always é leve, fofa e romântica, e encerra bem o álbum de forma muito sólida e agradável, enchendo o coração daquela vontade de ter mais algumas músicas para ouvir.


Para além das faixas muito bem estruturadas e ótimos vocais, ZB1 também não peca na estética. Youth in the Shade foi apresentado através de um spoiler film super elaborado e misterioso. O conjunto do audiovisual para o projeto mostra todo o carisma que o grupo tem, além de deixar claro que eles estão confortáveis em explorar conceitos dos mais diversos. Vale ressaltar também a coreografia bem sincronizada e bem divertida.




ZB1 com certeza tem futuro


Analisando o projeto como um todo, é notável que foram usados elementos bem convencionais em suas faixas, nada de fato inovador, e sim focado em algo mais racional, simples e bastante lúcido, e dessa forma eles de fato acertaram. E é assim, que através de cada faixa, ZEROBASEONE te convence de que vieram pra se destacar.


É fácil dizer que todas as expectativas colocadas acerca do ZB1 foram bem atendidas, mas além disso, também vem aquela vontade e ansiedade para saber o que mais o boygroup rookie tem para oferecer, e o que eles tem vontade de explorar. E claro, torcer para que se mantenha com álbuns tão bons quanto Youth in the Shade.





243 visualizações

Comments


bottom of page