top of page

Gerações do K-pop: Quais são? Onde começa e termina? Entenda a divisão

Atualizado: 14 de dez. de 2022

Divisões separam diversos grupos de K-pop de acordo com o momento de seu surgimento, formando uma longa linha do tempo

(Divulgação: YG Entertainment/HYBE/Wake One)

Para os que acompanham e conhecem o K-pop, essa história de gerações pode parecer um pouco confusa, principalmente para os que entraram nesse universo há pouco tempo. Mas não se preocupe, o Café Com Kimchi vai deixar essa questão um pouco mais fácil de entender!

Até o momento, foram definidas 4 gerações. No entanto, é importante entender que apesar das divisões existentes, não se pode dizer com precisão quando começou ou quando terminou determinada era. As divisões são baseadas no momento e contexto específico em que determinados grupos surgiram, e como grande parte foi pontuada pelos fãs, essa divisão é subjetiva, podendo fazer mais sentido para alguns do que para outros.



Essas divisões podem ajudar a compreender e enxergar as fases do K-pop e a diferença entre os momentos vivenciados na indústria da música. Durante as diferentes fases, é possível identificar características em comum entre os grupos que são da mesma geração, como o estilo musical, as tendências visuais, figurinos, coreografias e os MV’s, por exemplo. Essas semelhanças refletiam a tendência que estava em alta durante aquela fase. A indústria da música mudava, as demandas mudavam e consequentemente o formato das produções também.


Conheça então, as gerações do K-pop e seus determinados grupos de destaque abaixo:




1ª Geração


Alguns especialistas defendem que a 1ª geração começou no início dos anos 1990 e 2000, com o surgimento do grupo Seo Taiji and Boys que estreava com a música I KNOW. Eles foram responsáveis por abrir as portas para outros artistas com produções que transformaram a indústria da música de seu país e nesse momento o estilo pop e hip-hop eram predominantes.


Um pouco depois surgiu o grupo H.O.T, que alcançou alta popularidade e definiu um novo formato de artistas como idols, do jeito que conhecemos hoje. Outros grupos que fizeram parte dessa geração foram: Shinhwa, S.E.S, Sechs Kies, Turbo e Fly to the Sky.


Além desses, PSY, dono do grande sucesso Gangnam Style, que contribuiu para disseminar o gênero de forma muito expressiva já durante a 3ª geração, na verdade é um artista da 1ª geração, já que debutou em 2001, com o álbum PSY from the PSYcho World.



2ª Geração


Depois do surgimento de grupos que alcançaram sucesso, a 2ª geração foi marcada por um maior investimento das gravadoras em expandir o K-pop para o exterior. A estreia do grupo TVXQ trouxe ainda mais resultados, fazendo com que esse novo formato ganhasse mais popularidade ao redor da Ásia. Nesse momento as baladas românticas começaram a surgir, com letras profundas, coreografias e clipes marcantes. Grupos como Wonder Girls, 2ne1, Super Junior, Girls Generation e SHINee se destacavam na indústria, conquistando números expressivos.




3ª Geração


Essa geração é marcada pela ascensão da onda Hallyu ao redor do mundo. Com a ajuda das redes sociais e da popularização do Youtube, o processo foi intenso. As músicas aqui, misturam outros gêneros como rock, R&B, eletrônica e outras que não eram tão vistas anteriormente no kpop. Essa popularização contribuiu para que as empresas gerenciadores trouxessem grupos mais diversos, com a presença de artistas de outras nacionalidades, mas ainda assim predominantemente da Ásia.


Grupos como EXO, Blackpink, BTS, NU’EST, Twice e GOT7 são nomes de grande destaque nessa era.



4ª Geração


Atualmente estamos na 4° geração, onde as produções são muito mais focadas ao público global, com lançamentos em inglês e abertura a outros continentes, ao invés de se preocupar apenas com o público coreano. O K-pop atingiu um sucesso internacional nunca visto anteriormente, com fãs que consumem de forma contínua todos os lançamentos dos grupos que acompanham. O gênero dominou as redes sociais e trouxe assim um novo público, predominantemente jovem e engajado. Grupos como ITZY, ATEEZ, TXT e Stray Kids são destaque nessa nova fase.


Para além do sucesso significante desses grupos, nessa geração houve também um reconhecimento e aumento do consumo de produções audiovisuais coreanas como os filmes e doramas. Um exemplo marcante das vertentes desse novo cenário foi o Oscar recebido pelo filme Parasita em 2020, se tornando o primeiro filme não falado em inglês a ganhar o prêmio.



E aí, qual a sua geração favorita? Conta para a gente nas redes sociais do Café!

8.035 visualizações

Posts Relacionados

Comentários


bottom of page