top of page

Brand New: Com debut solo, Xiumin do EXO mostra versatilidade sob o calor do verão

Atualizado: 4 de fev. de 2023

Mini álbum do artista foi lançado no dia 26; tracklist é diversa e entrega title track de produção segura e public-friendly


(SM Entertainment/Divulgação)

Nos aproximamos do final de 2022, e parece que (quase) todos os membros do EXO estão com solos garantidos. Dessa vez, o Xiumin foi o escolhido para lançar um projeto individual, e o release é ambicioso: Brand New, mini álbum de cinco faixas que é diverso, agradável para quem não é fã e multicolorido — tanto no conceito quanto no carisma esbanjado por Kim Minseok ao sem provar digno de um solo.


O disco chegou às plataformas digitais na segunda-feira (26), e a mensagem é clara: já estava na hora do Xiumin estrear como solista. Com uma carreira que traz diversos trabalhos na bagagem, a pergunta que ficava era: por que a SM Entertainment o manteve longe do holofote individual por tanto tempo? Bem, está aí uma pergunta que só o Lee Soo-man poderia responder...



O EP de estreia abre com Brand New, uma title track que é segura em sua criação. Não é inovadora em estilo; mas para o Xiumin é. Até hoje, o membro do EXO havia lançado majoritariamente ballads de forma individual, e a música-título quebra a regra; é direta ao ponto e animada, e tem semelhança com contemporâneos de Xiumin como Kai e Baekhyun. Ainda, a produção da canção fica por conta do duo Blaq Tuxedo, que foi a escolha perfeita da SM para uma title que deita e rola no hip-hop moderno.




O MV da música também é cheio de referências ao EXO e a Kwangya, o universo compartilhado da SM. No videoclipe, Xiumin tem direito a tudo: dançarinos, coreografia no estilo TikTok, um refrão que gruda na mente e vários momentos de close na câmera. Este é o momento do Minseok brilhar, e o MV de Brand New sabe como fazê-lo — ainda mantendo o "babyface" e os trejeitos que tornaram Xiumin um querido no K-pop.


Além do mais, Brand New poderia ser uma canção de hit no próprio TikTok, ao que ela não foge muito de lançamentos no estilo Y2K que têm dominado a indústria. Até mesmo as fotos promocionais no EP dizem isso. É surpreendente ver o Xiumin estreando sozinho com uma música mega influenciada pelo Miami bass, e indo no reverso da maré de baladas como You, de 2019.


"Feedback" e "How We Do", esta com Mark do NCT, parecem estabelecer onde Xiumin irá ficar


Seguindo no mini álbum, as músicas Feedback e How We Do continuam a atmosfera iniciada por Brand New com batidas pesadas e o hip-hop que gira ao redor dos três releases. Enquanto a primeira é uma produção do cantor de neo-soul Daniel Caesar, a segunda é uma parceria com o Mark do NCT 127; artista com quem Xiumin tem uma amizade de anos. Foi legal ver que Minseok decidiu colocar Mark, que o conhece desde a época do SM Rookies, para formar o featuring.



Até esse ponto de Brand New, a summer vibe prometida por Xiumin é mantida. Contudo, o álbum tem uma mudança a partir da quarta música, com Love Letter: uma ballad que faz jus à voz de Minseok já conhecedora das músicas românticas no K-pop. Para alguns, esta queda drástica de ritmo pode ser uma barreira, mas esta suposta "queda de temperatura" do começo ao fim do EP parece ser proposital. Isso mostra que Xiumin é capaz de transitar entre estilos com certa facilidade.



E o mini álbum termina com Serenity, canção que funcionou como uma música promocional antes do lançamento oficial no stream. Xiumin já coleta algumas performances da faixa, que também denota a facilidade que Kim Minseok tem de se adaptar a gêneros diversos; do dance-pop às baladas em extremos que, afinal, formam um ciclo.


Apesar disso, o autor da resenha não teve dificuldades em escolher suas favoritas: Brand New e How We Do são músicas poderosas dentro da gama de lançamentos recentes do EXO. Xiumin optou por trabalhos que agradam o público de modo geral, e continuou sua trilha numa das coisas que o seu boygroup já faz com excelência: entregar projetos dance-oriented que conquistam mais e mais fãs a cada comeback anunciado.


Brand New encanta com a vivacidade de Xiumin, e sua vontade de se divertir


Sempre considerei o Xiumin como uma peça-chave dentro dos projetos do EXO. E não só apenas com suas habilidades de canto e dança, como também com a identidade que ele transmite nas entrelinhas: divertida e animada, que combina com qualquer música pop ou faixa romântica sentimental. A formação do boygroup da SM, que completou dez anos em 2022, é feita de camadas e mais camadas de estilos e vozes, que se complementam no final das contas; e Brand New mostra que Xiumin está disposto a nadar contra a corrente daqueles que, por alguma razão sem sentido, duvidam dele.



A faixa Brand New traz bons elementos do hip-hop e fascina ao colocar o intérprete num pedestal que ele sempre mereceu. Seja pelo seu jeito meigo e carismático, ou pela sua facilidade em encantar a audiência, Xiumin é um k-idol em sua essência; e seu debut solo é um prato cheio para quem ainda não o conhece.


O momento "altos e baixos" do mini álbum, com a divergência de faixas do meio pro final, pode ser questionada; mas a title track é um dos lançamentos mais confortavelmente atraentes do K-pop em 2022 — sem depender de fanservices exagerados, ou tentar abusar do noise music que (alguns) grupos masculinos já deveriam ter repensado à essa altura. O verão brasileiro está chegando, e Brand New é indispensável para a sua playlist.



Ouça Brand New do Xiumin logo abaixo:



Nota: Lembrando que o papel da nossa crítica, independente de positiva ou negativa, é apontar elementos para você construir a sua opinião sobre aquela obra; seja uma música de K-pop ou dorama. Então, tá tudo bem concordar ou discordar de tudo o que a gente disse aqui, mas não esquece de dizer o que você achou desse lançamento nos comentários, no Twitter ou no Instagram do Café!

コメント


bottom of page