top of page

“Twinkling Watermelon”, K-drama do Viki, traz a vivacidade da juventude com trama sensível

Atualizado: 18 de nov. de 2023

Drama de fantasia com temática juvenil traz Choi Hyun Wook em enredo nostálgico e inclusivo


Foto promocional de K-drama Twinkling Watermelon.
(Divulgação / tvN)

Twinkling Watermelon, ou Melancia Cintilante em português, chegou ao catálogo do Viki na primeira segunda-feira de outubro. Roteirizado por Jin Soo Wan, de Chicago Typewriter, e dirigido por Son Jung Hyun, o drama da tvN apresenta com 16 episódios disponíveis. Com um enredo que equilibra o humor e o drama, a série conquistou público devido aos personagens que carregam vivências reflexivas.


Com Ryeoun, Choi Hyun Wook,Shin Eun Soo, Seol In Ah e Bong Jae Hyun no elenco, Twinkling Watermelon traz a magnitude da juventude de forma leve e espirituosa, além de apresentar os dilemas vividos nessa fase da vida. O K-drama também mostra, com suas figuras centrais, como a comunidade surda é vista socialmente num mundo em que ainda persistem tantos preconceitos.


ATENÇÃO: O texto abaixo pode conter SPOILERS da produção.


Twinkling Watermelon equilibra enredo caloroso com dilemas da juventude no plot



Com temática escolar, Melancia Cintilante conta a história de Ha Eun Gyeol (Ryeoun), um CODA (que, na sigla, significa ser filho de pais surdos). Ao longo dos dois primeiros episódios, a narrativa esboça as dificuldades e o preconceito vividas pelos pais do protagonista, Yoon Cheong Ah (Seo Young Hee) e Ha Yi Chan (Choi Won Young) por serem deficientes auditivos. Apesar da realidade difícil, é possível enxergar o vínculo amoroso e otimista da família que se apoia.


No desenrolar da trama, Eun Gyeol que de tem boa relação com os pais, guarda um segredo: Eun Gyeol leva uma vida dupla. Na presença da família, ele é uma criança exemplar que tira boas notas na escola; às escondidas, o menino aprende música com um senhor, dono de uma loja de instrumentos musicais. Para Eun Gyeol, a música é um lugar de refúgio, em que pode expressar os sentimentos que não consegue transmitir.


Com o passar dos anos, o protagonista de Twinkling Watermelon se depara com novos desafios em sua vida. Eun Gyeol ainda tem com o sonho ardente de ser músico, porém cada vez mais sufocado com a culpa de esconder tal objetivo dos pais.



A reviravolta do drama ocorre quando o segredo de Eun Gyeol é revelado, os acontecimentos da trama levam o personagem para um colégio no ano de 1995! E de forma intrigante, o pai do protagonista, Ha Yi Chan (interpretado na versão jovem por Choi Hyun Wook) está no auge da sua juventude e está à procura de um guitarrista para montar uma banda: seu pai, na verdade, não nasceu com a surdez.


Agora Eun Gyeol se encontra em um tempo diferente sem saber ao certo o proposito de estar ali e de como voltar para seu tempo atual. Assim começa a premissa da série e a jornada do protagonista de alto conhecimento e alguns com mistérios a serem solucionados por ele.


A realidade da comunidade surda retratada em Melancia Cintilante de forma sensível e inclusiva


(Divulgação / tvN)

Assim como foi falado, os pais do protagonista são deficientes auditivos e ao longo da história acompanhamos presente com adversidades e um passado doloroso repleto de cicatrizes. Ao olharmos para vida de Yoon Cheong Ah, mãe de Eun Gyeol, entendemos um pouco de uma luta contra o abuso e preconceitos vividos na juventude. Apesar de uma ser uma mãe gentil e alegre, ela esconde um passado difícil e triste.


Separada de sua mãe quando criança, a personagem tenta lidar com o afastamento abruto e encara com uma familiar abusiva, madrasta e irmãos, na qual a proibiu de aprender linguais de sinas. Além disso, a trama expões abusos sofridos por Yoon Cheong Ah, realizado por sua madrasta e professora que a força a falar, pois segundo ela caso descubram a deficiência da menina seria uma vergonha para a família.


Com um pai omisso que vive viajando, e que não sabe das atrocidades que acontece na própria casa, e Cheong Ah é maltratada e trancafiada em casa e sofre bullying na escola que pertence a própria família. É nas pinturas e leituras de arte que a garota encontra refugio até encontrar o Ha Yi Chan, futuro esposo, e o filho Eun Gyeo.


A partir do encontro desses personagens, o sol começa a iluminar a vida de Cheong Ah de uma maneira singela e muito bonita. Com a intervenção de Eun Gyeo a talentosa artista tem a oportunidade de se comunicar com mundo através das línguas de sinas. O drama acerta perfeitamente com enredo sensível e a gentileza do personagem Yi Chan ao aprende libras para se comunicar com Cheong Ah. (Só digo uma coisa, a melhor e mais sensível declaração de amor acontece nesse drama).


É emociante acompanhar essa jornada de inclusão e libertação da Cheong Ah em que é apresentado a ela a possibilidade de sonhar e fazer amigos, algo que ela sempre almejou. Também é importante ressalta que apesar da personagem apresentar um passado triste, isso não a impediu de ser mãe amorosa, alegre e gentil no presente.



Um elenco comprometido em passar emoção


Elenco do K-drama Twinkling Watermelon.
(Divulgação / tvN)

Melancia Cintilante apresenta um elenco que se encaixa perfeitamente na premissa da série. Os artistas transmitem ao telespectador a essência dos personagens.


Em coletiva de impressa sobre o K-drama, Ryeoun (que também compões o elenco de A Pousada Romântica Secreta) comentou sobre a preocupação de transmitir os sentimentos ao público e como trabalhou para construir o personagem. “Mesmo no meu dia a dia, continuei pesquisando e praticando sempre que possível, porque meu personagem é proficiente em linguagem de sinais, violão e canto. Pensei muito sobre retratar o personagem, pois quero não apenas memorizar as falas, mas também passar totalmente a gama diversificada de emoções de Eun Gyeol", diz.


Com maestria, o ator Choi Hyun Wook interpreta a versão mais nova do pai de Eun Gyeol e consegue ser um ótimo alívio cômico; ele expressa bem todo o carisma, gentileza e pureza do personagem. Além disso, o ator conseguiu transmitir toda emoção de Ha Chan em cenas emociantes e protagonizou diálogos reflexivos. Fora isso, a atuação da colega de trabalho e par romântico não foi diferente!


Shin Eun Soo também entregou, carisma e emoção ao interpretar os sentimentos de Yoon Cheong Ah na juventude. A personagem, com deficiência auditiva, se comunicava por meio do olhar em decorrência de ter sido impedida de aprender a língua de sinais quando criança. Seol In Ah, de Pretendente Surpresa, dá um show de atuação ao protagonizar duas personagens completamente diferentes, mostrando seu talento como atriz.




Por que assistir Twinkling Watermelon no VIKI?


(Divulgação/ tvN)

Twinkling Watermelon acompanha a perspectiva de Eun Gyeol em um conflito interno em mostrar o "verdadeiro eu". Além disso, a trama mostra de forma saudável o vínculo familiar do protagonista, na qual todos se apoiam e se encorajam igualmente, independente das dificuldades. É de deixar o coração quentinho! Ainda, é inegável a nostalgia que Choi Hyun Wook trouxe ao interpretar Yi Chan, e é impossível não sentir saudade dos tempos em que curtíamos a vida sem qualquer preocupação.


Além disso, construção relacional retratada no drama é impecável! O telespectador se prende facilmente com aos dilemas dos personagens ao mesmo tempo que traz reflexões de vida que se assemelham a realidade de quem assiste. Amizade entre Eun Gyeol e Yi Chan, pai e filho, é algo tão bem desenvolvido na trama que não tem como não torce por um final feliz dessa família.


Ao mesmo tempo, é lindo ver como Eun Gyeol encontrou na música uma forma de transmitir as emoções e sentimentos oprimidos dentro de si, assim como ir para ao passado foi uma jornada de amadurecimento ao personagem. Ao vê o passado dos pais e tomar decisões para tentar mudar o que esta ao seu alcace, Eun Gyeol percebe que a vida toda tentou carregar um fardo que não era seu.

Melancia Cintilante aborda de forma, divertida e sensível o que é viver no auge da juventude e a importância de viver esse período da vida da forma mais vigorosa possível. O drama também traz a reflexão acerca das decisões a serem tomadas nessa fase da vida, e fardos que aparecem ao longo da estrada.


A narrativa apresenta com excelência família saudável, amizade, inclusão à comunidade surda, e ainda acrescenta um enredo nostálgico com muita música, sonhos juvenis e superação das dificuldades da vida. No fim, drama dá um sopro de esperança e um alerta: não se prenda a fardos que não são seus, não se pode carregar o mundo nas costas, apenas viva a vida com muito vigor! “Viva a la Vida”.



Você assistiu ao drama Melancia Cintilante? O que achou? Conte para a gente nos comentários, e não se esqueça de acompanhar o Café com Kimchi nas redes sociais!

135 visualizações

Commenti


bottom of page