top of page

The Story: Kang Daniel conta a própria história enquanto mostra seus diferentes lados

Atualizado: 4 de fev. de 2023

Primeiro Full Album do solista passa por vários gêneros musicais e se destaca pelo pop da faixa-título Upside Down

(Reprodução/Konnect)

Maio rendeu muitos lançamentos para os fãs de solistas, depois de WOODZ, B.I e Hyo, Kang Daniel fechou o mês com seu primeiro Full Album. No dia 24, o ex-center do Wanna One apresentou o seu tão aguardado álbum completo, chamado The Story, composto por 10 faixas. Mais uma vez o solista, marcado por conceitos fortes, trouxe um comeback que mantém sua discografia em alta, mas dessa vez, com um toque diferenciado dos anteriores.


No dia 1 de maio, a conta oficial do solista informou seu retorno com o trailer de The Story. O cronograma foi marcado por diversas divulgações de fotos conceituais, revelação da capa digital, informações sobre o álbum físico e trailers. As promoções foram intensas durante todo o mês até o lançamento oficial do comeback.


O disco de 10 faixas trás parceria com os artistas Jessi, Chancellor, sokodomo e Dbo na tracklist. As expectativas dos fãs eram altas, já que The Story é o primeiro comeback de Daniel desde Yellow, em abril de 2021. Além de ser o primeiro álbum completo do artista, que debutou solo em 2019.




A história contada por Kang Daniel


Upside Down é a faixa-título do The Story, um single com pop bem animado e contagiante, que mistura diversos instrumentos: piano, guitarra, sintetizador e bateria. O refrão é, sem dúvidas, um dos pontos fortes da canção pela mudança de ritmo e letra marcantes. O ouvinte consegue ficar com o trecho na cabeça logo após ouvir uma ou duas vezes.


Com Upside Down, Daniel mostrou uma certa versatilidade ao comparar com seu último lançamento, Paranoia. Enquanto o single do EP Yellow é um conceito mais inclinado para a sensualidade, Upside down segue pelo caminho contrário, sendo um pop brilhante.


O Music Video acompanha a sensação de "cabeça para baixo", filmando diferentes ângulos de Daniel. A produção possui elementos simples, o cenário é composto por salas e terraços de prédios, em certos momentos, o solista ainda aparece acompanhado dos back dancers. O MV não é tão atrativo, porém, a canção compensa e parece se encaixar bem a produção.





The Story além de ser o nome do álbum também faz parte da tracklist como a canção responsável pela abertura. O solista já acerta ao coloca-la como a primeira música e causa uma boa primeira impressão para quem for ouvir direto o álbum. A canção é agradável, carregando instrumental forte e imerso em um synth-pop. A letra aborda uma história sobre pessoas em meio a incertezas atuais e futuras.


Loser une as vozes de Daniel e do rapper Dbo em um R&B a respeita da sensação de solidão na vida adulta, que precisa ser mascara por um sorriso, mas ainda assim há esperança para dias melhores. Em Parade, o cantor retoma o lado mais obscuro de The Story, porém, o ouvinte é logo surpreendido por um ritmo diferenciado no refrão, que rompe com a linha seguida durante o resto da canção.


Don't Tell se distância das canções anteriores em sonoridade. Com participação da cantora Jessi, a faixa é um hip-hop com elementos latinos. Ride 4 U se distância da faixa anterior com um ritmo lento, deixando uma atmosfera mais leve, que acompanha uma letra reconfortante sobre não abandonar uma pessoa.


How We Live mostra a parceria entre Daniel e o rapper Sokodomo, além de retomar a sonoridade animada do álbum, que harmoniza com a letra otimista. Em Mad, Daniel e o cantor Chancellor mostram sintonia em seus vocais nesse synth-pop, que combina sons de piano, baixo e sintetizadores para uma sonoridade forte e ao mesmo tempo sombria.


Em 1000x, Daniel soube entregar a ballad que o álbum precisava, o instrumental começa com uma sonoridade única e o refrão é um dos pontos positivos, que utiliza notas um pouco mais altas do que no restante da canção. Além da bela voz do cantor, a música mostra uma letra sobre gratidão as pessoas que o acompanharam em momentos difíceis. Moment fecha o álbum com uma balada mais calma do que a anterior, com nítidos elementos de piano e acordes de guitarra bem leves. A canção segue a mesma linha até o fim, excluindo elevações no ritmo ou no vocal do artista. A letra também reflete a emoção da canção ao tratar sobre estar lado a lado apesar das adversidades.




Em geral, o The Story teve muitos acertos e se mostrou um álbum coeso, não há músicas que causam estranheza e levam o ouvinte a pensar que deveria estar fora da tracklist. O cantor soube como transitar bem por diferentes ritmos, desde um hip-hop latino a uma ballad emotiva, e se centralizar bem nas canções com elementos de pop.




51 visualizações

Posts Relacionados

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page