top of page

Alter-egos e versatilidade marcam a história e a carreira de DPR IAN

Após se desatrelar da indústria do K-pop, o cantor coreano-australiano expressa sensibilidade através de suas músicas; conheça a trajetória do artista


(Reprodução / Dream Perfect Regime)

Talento e determinação são aspectos indispensáveis para falar da carreira de DPR IAN, e não poderia ser diferente em seu novo projeto, Dear Insanity... O EP lançado no dia 6 de outubro é um disco completamente autoral, cheio de intensidade e também muito pessoal, e claro, não falta com qualidade. A competência dele como artista não é nenhuma surpresa, porém para chegar até aqui, ele percorreu um grande trajeto que talvez não seja tão conhecido por muitas pessoas. Confira um pouco mais sobre DPR IAN desde seu surgimento até aqui.




DPR IAN, ou Christian Yu nasceu em 6 de setembro de 1990, em Sidney, Austrália, sendo assim um australiano-coreano. Desde novo, ele sempre mostrou ambição de se tornar um artista, com a música presente de forma muito notória em sua vida, o acompanhando como uma amiga. Durante o ensino médio, IAN fez parte de uma banda de heavy metal e quando se formou na escola criou um canal no YouTube onde postava vídeos com o nome artístico B Boy B.yu.


O cantor fez seu ensino médio na escola Wollongong High School of the Performing Arts. E quando se formou, por um ano estudou ciência e arte na Universidade de Sydney, até que decidiu se mudar para a Coreia do Sul com o intuito de focar em sua carreira musical. Foi assim que sua vida mudou, e começou a moldar o artista que conhecemos hoje e sua trajetória na música começou a ganhar força.




Quando Rome se torna DPR IAN


Apesar de se mudar para a Coreia para focar em sua carreira, Christian nunca de fato planejou estar em um grupo de K-pop. Ele foi descoberto por um agente da empresa Yedang Entertainment e chamou atenção pelas suas habilidades como dançarino, e foi assim que debutou no grupo C-Clown em 2012, onde ficou conhecido como Rome, por conta de seu nome coreano Ba-rom. Além de líder, ele também ficou com as posições de main dancer e main rapper do boygroup.


Com ele, Siwoo, Ray, Kang Jun, T.K e Mari também formavam C-Clown, que debutou com o mini-album Not Alone. Seguido do debut, vieram os projetos Young Love e Shaking Heart. Porém a carreira do grupo durou pouco tempo, seu último lançamento foi Let’s Love, em 2015, antes do grupo repentinamente disbandar sem um argumento sólido, após apenas três anos de existência e cada membro seguiu seu próprio caminho. Rome, que voltou a atender apenas por Christian, atualizou suas redes sociais com seu nome real e lamentou pelo fim do grupo.


Após o fim de C-Clown, DPR IAN permaneceu alguns anos longe da vida de artista, e retornou apenas em 2021, quando se tornou diretor criativo do coletivo Dream Perfect Regime, ou DPR. Ele se juntou ao DPR Live, DPR Cream, DPR Ren e Cline para o projeto que hoje em dia o dá maior liberdade criativa para expor seu talento e executar suas ideias. Dentro da empresa, o artista já desenvolveu MVs para cantores como Mino, Loco e Taeyang.


Com sua entrada para a DPR, ele fez seu debut como solista com o EP Moodswings in This Order, que foi quando fez suas primeiras declarações sobre seu tempo na indústria de K-Pop. O cantor, já conhecido pelo nome DPR IAN, em entrevista para a Teen Vogue contou que durante seu tempo no C-Clown, tudo acontecia muito rápido, principalmente pela pressão de estar em um contrato abusivo, descrevendo o tratamento da empresa para com os integrantes como uma experiência muito traumática.




O EP Moodswings in This Order, um álbum sensível, que foi todo inspirado por sua convivência e desafios com o transtorno bipolar. Ainda para a Teen Vogue, ele declarou que o projeto é o resultado de ter visto seus momentos ruins como parte de uma outra pessoa, e que a melhor forma de lidar com ela é trazendo a vida com a música. Através do projeto, surgiu MITO, um alter-ego de DPR IAN que de acordo com o cantor, expõe seu lado mais sombrio.


Já em 2022, veio o full-album Moodswings In To Order, que ainda faz parte do universo The Other Side, onde MITO faz parte. O projeto esboça os talentos do astro com a cinematografia, além de sua liberdade criativa, já que foi totalmente produzido por ele, dessa forma, se dedicou em fazer um filme para tornar a experiência ainda mais palpável e sensível.


Com o lançamento de ambos os álbuns, IAN veio ao Brasil para a The Regime World Tour. O concerto único ocorreu no dia 16 de outubro de 2022 em São Paulo, em função de promover não apenas os projetos do cantor, mas também todos os projetos individuais de seus colegas do coletivo DPR, cada qual apresentando seus trabalhos.




"Dear Insanity…" é constância e coerência


Seu projeto mais recente é Dear Insanity…, um EP de sete faixas que formam a prequela de seu debut, tão intenso quanto o primeiro álbum. IAN desfrutou dos gêneros pop, R&B, rock e eletrônico e os mesclou em um sólido compilado totalmente composto e produzido por ele mesmo. O álbum da vida ao Mr. Insanity, um outro alter-ego de DPR IAN, que se propõe ser mais extrovertido que MITO, apresentando mais uma reflexão acerca de seu transtorno bipolar.


Peanut Butter & Tears e So I Danced são músicas do projeto que foram previamente apresentadas por IAN, que fez questão de tornar Dear Insanity… um álbum cinematográfico. Com o lançamento do álbum no dia 6 de outubro, a faixa Don’t Go Insane também ganhou um MV tão bem trabalhado quanto os anteriores, que expressam muito bem a mensagem que Christian quer passar com sua história e seu alter-ego.


Além de tudo, o álbum Dear Insanity… mostra que, para ser cantor, compositor, diretor criativo e produtor de seus trabalhos, DPR IAN preza pela sua própria criatividade e ideias inseridas e envolvimento completo. Diferente do que a indústria de música coreana, bem como aquelas que agenciam grupos de K-pop, costuma a propor, que nem sempre são produtos com a participação de idols no processo, e sim pensados pelas próprias empresas. IAN é um artista multifacetado com projetos autorais e sensíveis.




88 visualizações

Comments


bottom of page