top of page

NewJeans, Stray Kids e mais: Confira 6 grupos de K-pop com membros estrangeiros

Grupos formados por coreanos e estrangeiros são uma tendência desde a primeira geração do K-pop que se mantém até hoje

(Divulgação / SM Ent. / ADOR / JYPE)

Sucesso no mundo todo, o K-pop reflete essa característica global na composição dos seus grupos. Os girlgroups e boygroups — atuais e de outras épocas — podem apresentar em seus integrantes uma grande diversidade de culturas, principalmente de demais países asiáticos. Pouca gente sabe, mas essa mistura de nacionalidades acontece desde a primeira geração do gênero musical!


Grupos veteranos como G.O.D (Groove Over Dose) e S.E.S (Sea & Eugene & Shoo), que estão ativos até hoje mas com agendas reduzidas (por conta de carreiras solo, atividades de atuação e programas de variedade), já trouxeram desde o debut membros estrangeiros na sua composição. E para ficar por dentro de mais grupos na ativa com integrantes não coreanos, confira a lista que o Café Com Kimchi preparou após a publicidade.




NEWJEANS


O grupo formado por uma das subsidiárias da Hybe, Ador, estreou no dia 22 de julho com a música Attention e rapidamente se tornou um sucesso implacável. Das cinco integrantes, duas são estrangeiras: Hanni e Danielle. Elas são da Austrália, país da Oceania que, através de audições de empresas sul-coreanas, já colocou alguns de seus cidadãos no centro dos holofotes do K-pop. Um outro exemplo é a Rose, do BLACKPINK.




TREASURE


Formado pela YG Entertainment através de um reality show chamado Treasure BOX, o TREASURE evidencia a participação de estrangeiros na construção de um grupo mesmo antes da estreia. Na dinâmica para debutar, 29 integrantes disputavam entre si, dos quais sete eram japoneses. Quatro deles — Haruto, Asahi, Yoshi e o ex-integrante Mashiho — conseguiram debutar em 2020 sob o selo da YG.




NCT


O Neo Culture Technology, ou NCT, para os íntimos, é o primeiro grupo que vem à mente quando falamos de membros não coreanos na indústria. Dirigido pela SM Ent. e com 23 integrantes, o grupo lançado em 2016 possui um membro norte-americano (Johnny), dois membros japoneses (Yuta e Shotaro), um membro tailandês (Ten), um canadense (Mark Lee), um taiwanês (Yang Yang) e seis chineses (Kun, WinWin, Lucas, XiaoJun, Hendery e Ren Jun). Quase faltam linhas pra falar de todo mundo!





AESPA


Um dos grupos mais esperados da SM Entertainment — afinal, fazia tempo que a empresa não debutava um ato feminino —, o aespa estreou em novembro de 2020 com o single Black Mamba. Foi com Next Level, no entanto, que as novatas alcançaram o topo dos charts. Desde o primeiro trabalho, o grupo conta com 4 integrantes, sendo três delas coreanas e uma chinesa: Ning Yizhuo, cujo nome artístico é NingNing.



STRAY KIDS


Assim como Treasure, o grupo da JYPE também é formado por um reality show, exibido em 2017. Bang Chan e Félix são os dois estrangeiros que compõem o Stray Kids, um dos maiores sucessos da 4ª geração do K-pop. Os dois são australianos, reforçando a ideia de que, com as audições de agências no país, a Austrália vem se tornando uma incubadora e uma importadora de talentos para a Coreia.



G.O.D.


E por último, mas não menos importante, o G.O.D! Pertencente a 1ª geração de K-pop e ativo até hoje (mas com uma pausa de nove anos), a banda debutou em 1999 e logo se tornou um dos nomes mais populares da Coreia nos anos 2000. O grupo conta com cinco membros, sendo Son Ho Young e Danny Ahn norte-americanos.




387 visualizações

Comments


bottom of page