top of page

Quem é o FIFTY FIFTY, novo girlgroup de K-pop elogiado pela crítica especializada?

Atualizado: 12 de jun. de 2023

Quarteto recebeu de revista renomada a nota mais alta que um ato feminino já ganhou na publicação; saiba mais sobre as integrantes e seu debut


Girlgroup de K-pop FIFTY FIFTY, em foto para o comeback "Cupid".
(ATTRAKT Creative Group / Divulgação)

2022 foi, com toda certeza, um ano próspero para os girlgroups. Atos femininos como o NewJeans, IVE, Le Sserafim e tantos outros foram destaque nos últimos tempos, e 2023 parece continuar trazendo projetos interessantes para diversas cantoras do K-pop. E nisso, o grupo FIFTY FIFTY aparece como um dos nomes que se deve ter no radar para este ano, após as meninas terem sido divulgadas no cenário com o EP de estreia The Fifty.


E você já conhece o FIFTY FIFTY? Além de serem rookies, as artistas também são de uma empresa relativamente nova no mercado. Ficou curioso? O Café com Kimchi separou as principais informações a respeito do FIFTY FIFTY logo abaixo, que te ajudarão a se tornar fã do quarteto!




FIFTY FIFTY debutou em novembro de 2022 com um mini álbum elogiado


Como dito acima, o FIFTY FIFTY teve seu debut em 2022 no mês de novembro, com um EP composto por quatro faixas. The Fifty é o mini álbum que introduz o girlgroup ao K-pop com o conceito de "duplo" — as músicas representam tanto a "realidade" quanto um universo "acima" do nosso. Além do mais, as meninas também já possuem um nome para o fandom: Hunnies (ou Hunny), que além de remeter à palavra "honey" em inglês, também é uma abreviação para o número cem em coreano (já que elas mais os fãs, juntando os 50% de cada lado, formam o todo).


O EP de estreia do FIFTY FIFTY foi lançado com um vídeo para cada faixa, que são Tell Me, Lovin' Me, Higher e Log In. Tal projeto visual do grupo engloba tanto MVs quanto vídeos de performance, o que é uma vitrine para quem pretende conhecer mais delas.



Os vídeos são acompanhados pela variedade de estilos musicais que o FIFTY FIFTY já apresenta. O EDM, o city pop e o disco são gêneros presentes de maneiras diferentes nas canções, que não fogem da trend atual do K-pop ao mesmo tempo que destacam as habilidades vocais do grupo.


Os visuais foram um acerto da empresa ATTRAKT Creative Group, que é nova no mercado do K-pop, mas não no entretenimento coreano como um todo. Nesse sentido, a ATTRAKT possui parceria com outras empresas e emissoras da Coreia do Sul, como a emissora JTBC e o selo da Warner Music no país, e a varejista Interpark; e até o DJ brasileiro Alok já teve um projeto comandado pela companhia (como consta no site oficial).



A IZM Magazine, revista coreana especializada em música, elogia debut do FIFTY FIFTY


Um fato do debut do FIFTY FIFTY é que o girlgroup foi recebido de maneira positiva pela crítica especializada. Na Coreia, por exemplo, o disco The Fifty recebeu uma nota de 4.5 de 5 estrelas da revista IZM. A IZM é um veículo que existe há mais de vinte anos no país, que inclui resenhas de lançamentos musicais feitas por críticos.


Com a nota do EP, o quarteto se tornou o girlgroup de K-pop que recebeu a nota mais alta na história da IZM; o que não é algo fácil de conseguir com a crítica do periódico online. A revista destacou os vocais das integrantes, e também as colocou como um exemplo de grupo com vozes que podem ser bons representantes da quarta geração. Segundo a IZM, o FIFTY FIFTY é "um exemplo de como boas canções e boas cantoras se encontram".



A razão do porquê elas (FIFTY FIFTY) estão chamando atenção é clara por conta das músicas boas (...), interpretadas com excelentes habilidades de canto, o que é a base para todo cantor. As vozes das membros se dão bem com as canções.


Já entre os sites ocidentais, O FIFTY FIFTY apareceu na lista da PAPER Magazine das "15 melhores b-sides de K-pop" do ano passado, com a faixa Tell Me. No site oficial do Grammys, inclusive, as artistas constam na lista de girlgroups novos para acompanhar em 2023.



Saiba quem são as integrantes do FIFTY FIFTY


Saena


(ATTRAKT Creative Group/Divulgação)

Saena é a líder do grupo. A cantora chegou a participar do variey show Dancing High, transmitido pela KBS em 2018, e tem como role model o BLACKPINK. A membro nasceu em 2004.

Keena


(ATTRAKT Creative Group/Divulgação)

Keena é a main rapper do FIFTY FIFTY, e sua carreira data de antes do grupo: ela participou da OST de um drama. No caso, Keena esteve na trilha sonora da produção The Running Mates, creditada na canção Take Back My Life com seu nome verdadeiro, Song Jagyeong.



Sio


(ATTRAKT Creative Group/Divulgação)

Sio é uma das duas membros mais jovens do girlgroup, e ocupa a posição de vocalista principal. Em um concept film anterior do FIFTY FIFTY, a cantora disse querer ser uma autora/escritora caso não fosse idol.


Aran


(ATTRAKT Creative Group/Divulgação)


Aran, a maknae do quarteto, também é uma das rappers. Entre os artistas nos quais se inspira, a cantora já citou Dean, Loco e Ariana Grande; além de já ter dito querer ser uma voice actress caso não tivesse ingressado no K-pop.


Para começar a curtir as músicas do FIFTY FIFTY, basta dar o play no EP The Fifty do grupo nas plataformas digitais. Além disso, o quarteto realizou seu primeiro comeback no mês de fevereiro de 2023, com o single Cupid; e a canção fez um sucesso enorme no TikTok e nas paradas musicais. Confira o MV logo abaixo:



Gostou do FIFTY FIFTY? Não se esqueça de acompanhar mais notícias do K-pop nas redes sociais do Café com Kimchi!

3.280 visualizações

Comments


bottom of page