top of page

PSY volta ainda melhor em "9th", seu novo álbum de estúdio

Atualizado: 4 de fev. de 2023

Repleto de participações especiais em comeback, o cantor coreano prova que é uma fábrica de hits


(Reprodução / Twitter)

Há 10 anos, o mundo inteiro dançava ao som de Gangnam Style, música que se tornou um fenômeno global. O cantor Psy fez com que o K-pop conquistasse ainda mais público e atenção, acendendo o alerta de que o gênero estava se expandindo cada vez mais. Atualmente, o clipe já conta com mais 4 bilhões de visualizações no YouTube, sendo um dos vídeos mais vistos da história da plataforma. Passada uma década da explosão de Gangnam Style e cinco anos desde seu último trabalho, Psy está de volta com seu nono álbum de estúdio, 9th, repleto de colaborações de peso.


9INTRO, que tem como função preparar o terreno para o que teremos em seguida, é uma faixa que exala tudo aquilo que esperamos e conhecemos do Psy: um rap contagiante que empolgará o ouvinte logo de cara. Então, temos That That, música que foi escrita e composta por Suga do BTS e desde que essa colaboração foi anunciada, a expectativa em torno dela se tornou ainda maior. A canção já nasceu com cara de hit, é divertida, dançante e nela temos o que de melhor o Psy e o Suga poderiam nos dar; garantindo aos dois mais um sucesso para a conta.



A música Celeb contém aquela estranheza divertida que só o dono de Gangnam Style poderia nos dar, sendo este o principal fator por tornar essa faixa tão boa. Então, em You Move Me, temos uma ótima combinação das vozes do Psy e do Sung Si Kyung, numa faixa que conta com a composição do Tablo do grupo Epik High.



Em mais uma ótima parceria, Sleepless é uma das faixas mais bonitas e reflexivas de 9th. Num dueto com a cantora Heize, há uma letra que pondera sobre a vida, sobre as contradições da própria vida adulta e todos os questionamentos que fazemos todos os dias: se ainda podemos fazer sempre mais, e se o tempo que ainda temos é o suficiente.


Depois do momento de reflexão, Jessi e Psy surgem na canção Ganji para afirmar que apesar das críticas, ninguém tem o estilo e a vibe deles. É uma música explosiva e perfeita para os momentos de autoafirmação.




Now é provavelmente uma das melhores surpresas do comeback. Totalmente inspirada na disco e na atmosfera dos anos 80, o feat com a Hwa Sa é o ponto mais alto do álbum. Automaticamente irá entrar na lista de melhores do ano, sem sombra de dúvidas. Assim, Happier com o cantor Crush é mais uma parceria que funcionou muito bem, numa música que fala, de uma maneira muito bonita, sobre a dificuldade de se alcançar a felicidade.


Depois temos Hello Monday, que em relação as faixas anteriores não é tão interessante, porém está longe de comprometer a qualidade do disco. Já Everyday é um EDM que pode soar um pouco datado às vezes, mas com certeza irá agradar o fãs do estilo. O Tablo do Epik High participou também da composição de forEVER, onde também aparece fazendo um dueto com Psy, e a combinação do estilo de rap dos dois ficou muito boa. O disco finaliza com Dear Me, em mais uma composição que reflete sobre a vida e sobre si mesmo, mas trazendo um clima de otimismo.



Psy provou mais uma vez que é muito mais do que apenas o cantor dos vídeos engraçados e das coreografias divertidas. Em 9th, podemos perceber que cada colaboração não foi escolhida à toa, e que todas estão ali de maneira certeira em cada música. Isso faz desse álbum um dos melhores da carreira do Psy, mostrando que ele está sempre pronto para nos entregar não só um, mas diversos hits.



72 visualizações

Comentarios


bottom of page