top of page

Mr. Handy, Mr. Hong: a comédia romântica que inspirou Hometown Cha-Cha-Cha

Atualizado: 4 de fev. de 2023

Conheça a história que serviu como base para o dorama que acabou de chegar na Netflix Brasil e as similaridades entre as duas obras


(Divulgação)

A dramaland já está familiarizada com Hometown Cha-Cha-Cha por sua repercussão e seu casal principal impecável, composto pelo queridinho Kim Seonho e Shin Mina. O k-drama estreou em agosto nas telinhas coreanas, e é uma das estreias no catálogo na nossa Netflix no mês de outubro. O que muitos não sabem é que a história, na verdade é o remake da comédia romântica Mr. Handy, Mr. Hong.


O longa de 2004 é protagonizado por Kim Joohyuk e Uhm Junghwa, e bem como no dorama, interpretam um faz-tudo charmoso e uma dentista cabeça-dura. O cenário é uma cidade litorânea no interior da Coreia, com poucos moradores. Assim como grande parte dos k-dramas, existe uma mistura de vários gêneros, dessa vez, os que predominam são o romance e o drama com resquícios de humor na dose certa, formando um filme bem atraente, embora passe a impressão de que cada cena corre muito rápido.








O que mudou?


Levando em conta as impressões passadas por Mr. Hong, podemos esperar que a adaptação não tenha cenas tão sucintas como no filme. Mas o que também pode ser levado em consideração é o intervalo de tempo entre a obra original e o remake, enquanto um se passa em 2004, o outro se passa duas décadas depois. Principalmente em termos socioculturais, embora a Coreia ainda trate grande parte de suas produções de forma conservadora, seria interessante que alguns aspectos do filme sejam explorados com mais atenção.


O casal de Hometown é bem carismático e atraente, como abordagem da trama, o faz-tudo e a dentista merecem cenas mais intensas e detalhadas. Enquanto o filme trata o passado dos personagens de forma bem sintética, o k-drama poderia abusar da imaginação para explorar esse âmbito da vida deles, bem como os coadjuvantes que os contornam podem ganhar mais vida e participação, como não é proposto no filme.





Hometown Cha-Cha-Cha ainda está em exibição na emissora coreana, e os episódios serão lançados semanalmente pelo serviço de streaming brasileiro. Muitos dorameiros já acompanham através de fansubs, porém, comparando as duas obras, podem gerar muitas expectativas de como uma trama de poucas horas foi desenvolvida para se tornar um dorama com 16 episódios. O que será que foi acrescentado a narrativa para se sustentar e conquistar o público sem perder a essência da história original?


491 visualizações

Commentaires


bottom of page