top of page

Hometown Cha-Cha-Cha: drama chega ao final com recorde de audiência

Atualizado: 28 de mar. de 2023

Remake de comédia romântica conquista o público coreano, confira a review do Café Com Kimchi


(tvN / Divulgação)

O mês está sendo muito movimentado para os dorameiros que ficam sempre bem atentos ao catálogo da Netflix. Uma das estreias mais cativantes, ainda em exibição na plataforma de stream, chegou ao fim no dia 17. Hometown Cha-Cha-Cha teve seu último episódio exibido pela tvN, sua emissora no país de origem. A série chegou ao fim com 16 episódios e alta pontuação de audiência.


O k-drama é remake de Mr. Handy, Mr. Hong, uma comédia romântica coreana de 2004. Hometown, protagonizada por Kim Seonho e Shin Minah carrega a história do filme como base, porém conseguiu conquistar sua própria essência através de uma trama bem sustentada por sensibilidade e originalidade única, explorando pontos que não são rebuscados no filme como de fato merecem.


A história de cada protagonista foi bem explorada, a dentista Yoon Hyeji apresenta seus traumas e inseguranças, e isso dá sentido para suas atitudes muitas vezes nada agradáveis, a tornando uma personagem complicada. Por outro lado, Hong Dusik é bem amável e cuidadoso com todos, até mesmo com a dentista que o despreza, ele também tem um passado difícil e ao contrário da dentista, usa todas essas qualidades como forma de transformar em algo positivo aquilo que já o machucou um dia. Ambos têm mundos muito diferentes e passam um aprendizado através de suas histórias.





O dorama demonstra muito equilíbrio entre o romântico, o humor e o dramático, nem um dos gêneros se torna cansativo na história, talvez seja por isso que conquistou tanto o público, já que sua audiência se superou a cada episódio, tendo a maior pontuação no último episódio com uma média de 12,7%. Essa conquista não se deu apenas pela química do casal principal, mas pela história de cada coadjuvante, que cativou através do humor e da sensibilidade de suas trajetórias pessoais.




Filme X Drama


Bem como o filme, a premissa do drama é sobre Hyeji, uma dentista que vai para Gongji, uma cidade litorânea para recomeçar sua carreira, e Dusik, o faz-tudo muito amado pelos moradores da cidade. Ao analisar as duas obras, Hometown Cha-Cha-Cha seguiu grande parte da história fielmente, porém o que a torna mais interessante é ter dado importância e foco para assuntos que foram poucos explorados no filme, como o passado dos protagonistas.


Comparando o original e o remake, pode-se dizer que Hometown cumpriu bem o papel de representar uma história antiga sem desordenar sua essência. Mr. Handy, Mr. Hong foi muito bem representada e sua trama foi bem destrinchada para uma nova versão. Comparando o drama por si só, é fácil generalizar e ver a história como um outro romance qualquer, porém é importante apontar o diferencial desse drama.





Fazendo um panorama geral, a história retrata de forma muito sensível questões familiares e os danos causados pela ausência de alguém, muito além da forma romântica. Não apenas o casal protagonista, mas embora sejam responsáveis pela parte mais humorada, os personagens secundários também abordam essa pauta de forma muito clara, como por exemplo a senhora Kim Gamri, quem criou Dusik durante a infância, após perder os pais, e o cantor Cheonjae, que cria a filha sozinha. São esses fatores que fizeram a essência pessoal da história que deixará saudades.


E você? O que achou do drama?




Nota: Lembrando que o papel da nossa crítica, independente de positiva ou negativa, é apontar elementos para você construir a sua opinião sobre aquela obra; seja uma música de K-pop ou dorama. Está tudo bem concordar ou discordar de tudo o que a gente disse aqui, mas não esquece de dizer o que você achou desse lançamento nos comentários, no Twitter ou no Instagram do Café!

1.080 visualizações

Comments


bottom of page