top of page

ELEVEN: IVE transborda elegância e se destaca pelos vocais em sua estreia

Atualizado: 5 de fev. de 2023

Novo girlgroup da Starship lança primeiro single álbum ELEVEN e realiza o debut com altas expectativas

(Divulgação/Starship)

Dezembro foi aberto com uma novidade para a indústria do K-POP. Depois de cinco anos desde o debut do seu último girlgroup, a Starship formou o IVE, composto pelas seis integrantes: Yujin, Wonyoung, Gaeul, Liz, Rei e Leeseo. A estreia aconteceu na quarta-feira (1), com o single álbum ELEVEN, que contempla apenas duas músicas, a faixa-título ELEVEN e a b-side Take It.


O IVE realizou o seu debut com altas expectativas, não é por menos, entre o sexteto há duas integrantes que carregam dois anos e meio de experiência. ELEVEN marca o retorno de Wonyoung e Yujin aos palcos após o fim do IZ*ONE, girlgroup temporário formado pelo Produce 48. Como se não bastasse ter feito parte da line-up de sucesso, Wonyoung ainda carrega o legado de ter conquistado de center do ex-grupo.


As duas veteranas se juntaram ao quarteto de novatas para formarem o IVE, tornando-se o novo rookie feminino da Starship depois de cinco anos. Para o lançamento do novo girlgroup, a empresa passou o mês de novembro investindo na divulgação, apresentou as membros individualmente e a produziu o vídeo HAVE WHAT WE WANT.



ELEVEN é um dance pop de sonoridade elegante e com influências do Oriente Médio. Na letra, ELEVEN retrata uma garota que se apaixona por vários encantos. As membros souberam mostrar o que tem de melhor, suas vozes, transmitindo que são seis vocalistas capazes. O girlgroup apostou mais em vocais, e dessa vez, o rap não teve espaço. As linhas foram bem distribuídas e cada integrante conseguiu mostrar o seu diferencial.


Em geral, single não possui partes que deem um diferencial chamativo a canção, com exceção da ponte para o refrão assume uma linha mais lenta e cria uma transição para refrãos animados. Porém, vale ressaltar um dos pontos altos sendo as linhas cantadas na primeira parte da música por Wonyoung e na segunda por Liz - que ao longo da música mostrou um forte potencial como vocalista -.


Wonyoung sabe se destacar, caso parte do público não a conheça, é facilmente identificado que a idol é experiente. Ela surpreende com a bela voz e expressões faciais que capturam atenção a cada momento em que aparece. Rei também é uma surpresa, mesmo que tenha a possibilidade de ser designada para função de rapper, é dona de um timbre com um toque diferenciado e parece ser uma boa candidata para a vocal line do grupo.




A b-side Take It segue pelo caminho oposto, trazendo uma combinação do EDM com Trap. Pelos gêneros, a música é mais forte do que a title, mas não necessariamente superior. O girlgroup segue com foco nos vocais, mas dessa vez, com versos repetitivos e rápidos que dão um ritmo animado a faixa.



IVE trás uma música que combina para o debut, não é nada tão impactante, mas isso não a torna ruim. A elegância e os vocais podem se tornar um diferencial e a marca do sexteto, principalmente, pelas vozes se encaixarem bem juntas. O girlgroup iniciou sua carreira e ainda tem muito para mostrar, com certeza um single álbum não é o suficiente para o potencial do IVE.




92 visualizações

Posts Relacionados

Comments


bottom of page