top of page

NCT 127: "NEOCITY: THE LINK" no Brasil é o concerto de K-pop que os fãs brasileiros precisavam

Boygroup da SM esteve em São Paulo nos dias 18, 19 e 20 de janeiro, e entregou um dos melhores shows do gênero em solo nacional


Por Stephany Mariano, Samara Barboza, Nathalia Jesus, Leonardo Fernandes e Roberta Melo.

NCT 127 no show da "NEOCITY: The Link" no Brasil (Créditos: Café com Kimchi)

A agenda de shows de K-pop de 2023 começou muito positiva. No mês de janeiro, dos dias 18 a 20, o NCT 127 desembarcou em São Paulo para três apresentações na capital, como parte a turnê NEOCITY: The Link. Com grande público na casa de shows Vibra São Paulo e músicas cantadas a plenos pulmões pelo fandom NCTzen, o boygroup da SM Entertainment deixou sua marca nos concertos do gênero no Brasil.


O line-up das apresentações contou com alguns dos maiores sucessos do grupo, e a Vibra foi tomada por pessoas com lighsticks verdes — o que também foi presente no dress code formado por coincidência na turnê do NCT 127. A noite daquela sexta-feira (20) ficará na memória dos presentes, e nas ideias das produtoras que planejam dar continuidade ou superar as impressões que o ato da SM deixou no país.



Quer saber mais ou relembrar o que aconteceu no último dia de show do NCT 127? O Café com Kimchi reuniu as opiniões de alguns dos redatores que estiveram por lá; confira mais logo abaixo!


Tarde de chuva em São Paulo não atrapalhou os fãs do NCT 127 na fila da NEOCITY: The Link


O terceiro e último dia de show do NCT no Brasil foi repleto de expectativas por parte dos fãs que estavam ali para vê-los pela primeira vez, os que já tinham ido em outros concertos do grupo e, até mesmo, os NCTzens que não compareceram e acompanharam o evento pelas redes sociais. O concerto seria um atestado de sucesso definitivo para fechar com chave de ouro a digníssima passagem do boygroup da SM pelo país.


A fila contava com fãs de diversos estados, afinal, era uma sexta-feira, o dia da semana mais possível para viajar e, quem sabe, passar sábado e domingo em São Paulo. Um mar verde neon se formava na parte externa do Vibra São Paulo, a mesma casa que recebeu o solista Jay B em novembro do ano passado. Os NCTzens esbanjavam seus visuais extravagantes que chamaram atenção de Jaehyun, por exemplo, e da mídia sul-coreana, uma vez que se espalhou o "efeito Mandela" de que os fãs do NCT em todo o mundo costumavam trajar verde nos shows. Aparentemente, essa tendência mostrou-se muito mais brasileira do que uma cultura internacional do fandom.


Naquela tarde, a chuva incomodava um pouco, mas não intimidou nenhum dos presentes — mais preocupados em mentalizar um lugar bom para enxergar todos os membros no palco do que com algumas gotas d'água. Por fim, o grande momento chegou e a maré verde neon inundou o Vibra São Paulo próximo das oito da noite.




Ato da SM Entertainment honrou o próprio nome com performances impecáveis


Fazendo jus aos artistas da SM Entertainment, todos os integrantes do NCT 127 possuem uma incrível presença de palco e vocais impressionantes, conforme visto nas performances do dia. Durante as apresentações em conjunto, como nas canções Favorite e Sticker, a sintonia do grupo foi mais do perceptível logo de cara; e os NCTzens cantaram os hits num coro que ultrapassava o microfone dos artistas.


A sincronia que o público está acostumado a ver nas coreografias de dance practices e apresentações de music shows é de fato entregue no palco. Mesmo no terceiro e último dia do show, os integrantes do NCT 127 entregaram uma performance completa, o que demonstra o quanto eles se esforçam e treinam para mostrar algo visualmente bonito.



Um dos pontos mais positivos da turnê NEOCITY: The Link foi o fato de que as apresentações solo tornaram todo o show algo ainda mais interessante. Foram momentos em que os fãs puderam focar nos movimentos e voz de um só integrante por vez, e enxergar melhor suas habilidades individuais, algo que as performances em conjunto não permitem com tamanho foco.


Nesse aspecto, Mark foi um dos integrantes do NCT que mais se destacou durante todas as apresentações. Não surpreende o fato dele ser o rapper principal do grupo, e por ter passagem pelas diferentes units do NCT, sendo um dos rostos mais conhecidos do boygrupo. Sua presença de palco é inata, e Mark sabe o tempo e momento certo de cada passo. O membro hipnotiza com sua versatilidade, seja no vocal ou no rap.



O vocalista principal do grupo, Taeil, tem um controle vocal capaz de impressionar qualquer um. Mesmo depois de longas performances, passadas mais de duas horas de concerto, o artista estava lá com uma estabilidade e controle que exigem muito treino. Os high notes gravados em estúdio e que você escuta nas músicas? Ele entrega nos palcos. Taeil sabe utilizar técnicas que enaltecem ainda mais a sua voz e deixam suas apresentações ainda mais fantásticas.


O show do NCT 127 no Brasil foi o que os fãs do Brasil precisavam viver


Os concertos do NCT 127 foram a experiência que os fãs brasileiros precisavam vivenciar. Abrindo a temporada de shows de 2023, o boygroup da SM pegou todos de surpresa antes e durante o evento. De primeira, os fãs consideraram pequeno o local escolhido para concentrar as elaboradas performances da unit; mas o NCT soube contornar essa situação com maestria. Grandiosas apresentações, como Love On The Floor e Focus, que precisam de maquinários específicos, foram executadas como nos shows anteriores em outros países.

Em três dias seguidos e no mesmo local, o NCT 127 não apresentou um show monótono, apesar de certamente estarem cansados com toda a maratona de turnê. Os integrantes conversaram com os fãs durante quatro momentos e conseguiram mostrar a carisma que os NCTzens já conheciam por acompanhá-los de longe. As conversas foram acompanhadas por traduções simultâneas, e vale destacar o trabalho preciso da tradutora presente, que repassava as falas ditas pelos sul-coreanos quase que instantaneamente.




Os integrantes se esforçaram bastante ao tentar palavras e frases em português. Desde termos mais comuns como "olá" e "eu te amo" até "vocês são quentes" e "estão preparados?", e o que mais chocou o público: "vocês lacraram", vindo de Taeil no momento dos agradecimentos ao final. Os cantores foram contagiados pela energia dos fãs brasileiros, principalmente em um momento bem específico em que todos decidiram gritar "NCT" enquanto o grupo se posicionava para uma nova música, e na mesma hora Yuta se virou para os fãs e gritou de volta "Brasil!" várias vezes.



Em relação ao membros, sem dúvidas Yuta é um dos, senão o mais, integrantes populares entre os brasileiros, e isso foi perceptível pelas reações dele. O cantor japonês foi ovacionado em todos os momentos em que as câmeras dos telões focaram nele, com direito a gritos como "olê, olê, olê, olá! Yuta, Yuta!". Mark sempre é descrito com uma ótima presença de palco e esta afirmação é mais do que certa, pois Mark Lee é isso e mais um pouco, conseguindo com facilidade dominar o palco e captar todas as atenções para si. Ele, que é um dos membro mais novos do NCT, deixou isso ainda mais evidente durante seu solo e no duo com Taeyong.


Johnny também pode ser considerado um dos destaques da noite. Conhecido como um dos cantores mais carismáticos do grupo, ele mostrou toda a sua "dualidade" muito comentada no fandom, transitando do conceito maduro e sensual de suas performances para o Johnny acolhedor quando conversava com os NCTzens. Além disso, com certeza o seu solo na caixa de vidro soube passar uma grande impressão e deixar todos boquiabertos. Fora isso, Jungwoo também levantou gritos de alegria da plateia com sua fofura e talento no solo, e Doyoung arrasou com seus vocais mais do que maravilhosos — e um dos melhores do K-pop hoje.



Na última conversa entre grupo e fãs, os integrantes estavam visivelmente emocionados, assim como os NCTzens, após vivenciar toda a experiência grandiosa e tão aguardada. Quando a câmera passou por cada um dos integrantes, foi possível ver que os olhos brilhavam e que eles olhavam com carinho para os fãs. O NCT 127 prometeu retornar ao Brasil, na próxima vez em um lugar maior e acompanhado de Haechan, que não foi esquecido em nenhum momento do show.



Ao final do show, o NCT 127 foi embora tão surpresos quanto os fãs


As apresentações na Vibra São Paulo mostraram que os fãs do NCT 127 estavam contando as horas para conferir o boygroup em solo nacional. E para além disso, o próprio grupo da SM deixou o país com impressões positivas a respeito de seus seguidores para além das fronteiras da Coreia: o fandom NCTzen cantou quase todas as músicas do grupo em si, e se emocionou com as performances, fosse chorando, gritando, pulando ou dançando. A energia entregue pelo público na Vibra São Paulo impactou os performers e também as redes sociais, ao que diversas postagens comentando sobre o público brasileiro encheram a web.


Contudo, os concertos da NEO CITY: The Link foram uma enorme dica para o que as produtoras de shows de K-pop devem fazer futuramente. O público K-popper no Brasil é estrondoso, e o concerto do NCT 127 foi um evento de grande porte que acontece no país em raras ocasiões; demanda um espaço maior e uma organização a nível de headliners de grandes shows. Na internet, fãs do grupo também relataram questões a respeito da organização da fila, por exemplo, e tratamentos com projetos de fã-bases.



Apesar disso, o NCT 127 trouxe alegria, carisma e diversão até para quem não é fã. O ato da SM Entertainment dançou conforme a tradição da empresa Big 3, com suas performances marcantes e momentos de tirar o fôlego, e deixaram um gosto de "quero mais" para qualquer um que esteve presente. Atualmente finalizada, a turnê NEO CITY: The Link pode ser considerada um marco na carreira do grupo, e o Brasil sem sombra de dúvidas deixou sua identidade nos artistas que compõem o boygroup coreano. Caso o NCT retorne ao território brasileiro, é mais do que certo afirmar que uma casa maior será necessária para comportar tamanha explosão de talento e musicalidade entregue pelos garotos.

113 visualizações

Comments


bottom of page