top of page

Jihyo, do TWICE, tem um affair de verão em "Killin' Me Good" e lança seu primeiro álbum solo "ZONE"

"Killin' Me Good" é a faixa principal do disco, que ainda conta com parcerias com a Heize e o americano 24kGoldn; veja nossa nota para o lançamento


Foto promocional da cantora Jihyo para o álbum "Zone."
(Divulgação / JYP Entertainment)

Líder de um dos maiores grupos de K-pop da atualidade, a Jihyo finalmente fez sua estreia oficial como solista! A cantora divulgou o álbum "ZONE" na madrugada desta sexta-feira (18), com sete músicas, incluindo a faixa título "Killin' Me Good". Para além de algumas OSTs, este é o primeiro disco solo da Jihyo, que debutou no TWICE em 2015 após seu bom desempenho no reality show "Sixteen". Seu último trabalho com o grupo foi o álbum "Ready To Be", lançado em março.


Para "Killin' Me Good", Jihyo divulgou um videoclipe bem fresh que une cenas de um romance de verão a trechos da coreografia super elaborada. Na produção, a solista se apaixona, sai com as amigas em uma noite quente, relembra momentos fofos com o amado e até dança na chuva; mas o ápice é sequência final, quando Jihyo decide encerrar essa fase de domesticidade em sua vida e, literalmente, aparece de cropped e sai para reagir!


Confira o MV após a publicidade e, em seguida, veja o que o Café achou do novo álbum da Jihyo, "Zone", em uma review faixa a faixa.



"Zone", da Jihyo, é um hino do verão feito para seduzir


"Killin' Me Good" abre o álbum e é tão poderosa sonoramente quanto é em seu music video. De toda a coletânea apresentada aqui, essa é talvez a faixa que melhor exprime o momento em que "Zone" foi lançado: o verão coreano. A música registra um frescor irresistível, é viciante e gruda na cabeça, em especial o trecho logo após o refrão, quando Jihyo canta "you're making me feel something new". Groovy e de fácil assimilação, a faixa realmente permite que Jihyo comece sua carreira solo trazendo novas sensações ao público.


Você escutou um quê de Dua Lipa no comecinho de "Talkin' About It"? Pois é, a segunda faixa de "Zone" traz essa referência no início, mas consegue se reinventar antes de antes de atingir o refrão e se transforma em algo inteiramente original. Com trechos em que a voz da Jihyo se destaca por completo do instrumental, a música desperta nostalgia — com aquele electropop da década passada — e sedução, dando apenas uma prévia do que vem por aí no álbum.



Vale ressaltar que "Talkin' About It" é toda cantada em inglês e é um feat internacional com o rapper americano 24kGoldn. A parceria é um grande acerto: o rapper não domina a música, a estrela continua sendo a solista, mas suas inferências dão uma boa quebra na repetição de oh-ohs e hum-hums do refrão. Jihyo participou na composição da faixa; na realidade, ela participou da produção de todas as faixas do álbum, com exceção da title que foi escrita por J.Y Park. Diva!


"Closer" é a terceira faixa do projeto, e logo entendemos por que a Jihyo escolheu essa faixa para apresentar nos programas musicais junto da title. Sexy desde os segundos iniciais, ela ascende no refrão, com a batida mais marcada e impactante. A coreografia acompanha a proposta da música e instiga a audiência a fazer exatamente o que a letra sugere: se aproximar e se envolver cada vez mais. O único defeito da canção é ter apenas dois minutos e meio. Poxa, por que tão curtinha?



Em "Zone", Jihyo se prova uma potência do K-R&B


"Wishing On You", é mais lenta, forte no R&B e brinca com elementos sonoros quase aleatórios — como o som de um telefone chamando —, que equilibram a morosidade da quarta faixa. Embora mais suave, é também um a música sensual e coerente com a aposta de "Zone". Assim como em "Talkin' About It", o refrão registra a repetição de fonemas, dessa vez até de forma mais insistente, o que pode levar a faixa a se tornar enjoativa já na primeira escuta. Mas, ainda assim, ela não perde o seu brilho.


"Don't Wanna Go Back", a quinta faixa, é um dueto com a Heize, que já colaborou também com o Chen do EXO, o I.M do MONSTA X, a Minnie do (G)I-dle e muitos outros artistas de K-pop. Em mais essa parceria de sucesso, as duas solistas dividem os holofotes — e as lines, com a Heize cantando toda a segunda estrofe e encontram o tom perfeito para criar uma música emotiva, cativante e com fortes influências do R&B. Suas vozes se complementam e tornam esta uma das hidden gems do álbum "Zone".


"Room" é a sexta música de "Zone" e transcende as demais já na introdução, com o K-R&B aliado a um toque de indie pop e pop alternativo. A faixa mostra que, apesar do vocal potente ser um dos grandes trunfos da Jihyo, ela não precisa usar desse artifício o tempo todo, e timbres mais neutros também lhe caem muito bem. Mas, se você é fã dela pelas típicas high notes, não se preocupe — elas voltam na ponte da canção. Em suma, uma faixa de construção simples, gostosa de ouvir e uma valiosa adição à tracklist.



Agora, esqueça tudo o que falamos de verão! "Nightmare" encerra o álbum com notas frias de sedução e nostalgia, que remetem a referências como os lançamentos mais "obscuros" da SUNMI, anos 80 e até um pouco de rock. Se a faixa parece invernal e destoada da coletânea, há um bom motivo para isso — ela já havia sido apresentada aos fãs durante a última turnê do TWICE, indicando o solo da Jihyo que ainda estava por vir. Mesmo diferente, é uma música incrível, com momentos de impacto pontuais e definidos que valorizam a voz singular da solista.


Uma estreia marcada por acertos


Não há o que divagar sobre o talento e o vocal impecável da Jihyo — tudo isso já havia sido demonstrado antes da sua estreia solo, e o debut veio apenas para reiterar. Mas o novo álbum permite que a cantora explore novas sonoridades, dê mais de seu toque pessoal às músicas e brilhe ainda mais. Não restam dúvidas: "Zone" da Jihyo mostra que, além do seu lugar na história do K-pop como membro do TWICE, ela está pronta para conquistar uma cadeira cativa no gênero também como solista.

Confira o álbum completo e a nota do lançamento abaixo.



O que você achou da estreia da Jihyo, do TWICE, como solista? Conte para o Café nas nossas redes sociais!



42 visualizações

Comments


bottom of page