top of page

Asia Star Festival trouxe Jeff Satur, MIYAVI e mais artistas da Ásia para São Paulo

Durante seis horas, o evento reuniu diversos artistas, idiomas, países e culturas no Espaço Unimed para celebrar a música asiática


Pôster do evento Asia Star Festival, nas cores azul, roxo, vermelho e branco, com uma estrela em destaque

(Reprodução/HIGHWAY STAR)


Já estamos com saudade do Asia Star Festival! O festival ocorreu no dia 07 de julho no Espaço Unimed em São Paulo. A festa teve mais de 6 horas de duração e contou com artistas como BOY STORY, CLASS:y, TRI:BE, 2Z, Jeff Satur e MIYAVI. Com destaque para a diversidade, o evento trouxe headlines de diferentes países da Ásia e gêneros musicais do Pop ao Rock. Sobrou espaço até para covers de artistas brasileiros e estrangeiros, além de diversos momentos de interação com o público — muitos deles em português! Relembre os destaques de cada apresentação abaixo.



Como foram os shows do Asia Star Festival em São Paulo?


BOY STORY


O grupo Chinês BOY STORY abriu o festival com muita energia. O sexteto, formado por uma parceria da gravadora coreana JYP Entertainment e da chinesa Tencent Music Entertainment, eletrizou o público com as performances das músicas What's Poopping, Hands Up e WW. Teve também uma apresentação fofa de Razões e Emoções do NXZERO. O grupo, que estreou em 2018, ainda se arriscou no desafio de Love Love, faixa brasileira da Melody com o Naldo Benny. Super entrosados na nossa cultura, né?


Os membros do BOY STORY contaram à plateia que, desde antes do período da pandemia, eles já desejavam vir ao Brasil e a outros países, e que a apresentação no Asia Star Festival foi a melhor apresentação da vida deles. Queridos!


(Reprodução/Letícia Mota)


CLASS:y


Em seguida, foi a vez das meninas do CLASS:y subirem ao palco. O grupo coreano que debutou em maio de 2022 cativou o público com sua fofura e carisma, apresentando músicas como Tick Tick Boom, CLASSY e ZEALOUS. Elas também apresentaram um cover, e a música escolhida foi Power do girlgroup britânico Little Mix. O Espaço Unimed inteiro se empolgou e cantou com as integrantes!


No intervalo entre as performances, durante aquele momento em que as membros conversam diretamente com a audiência, o grupo fez questão de mostrar que aprendeu um pouco de português antes de vir para o Brasil. Uma das palavras mais repetidas pelas integrantes foi linda, usada para descrever o público paulistano do Asia Star Festival. Fofas!


(Reprodução/Letícia Mota)


TRI:BE


Sob fortes gritos dos fãs, o girlgroup coreano TRI:BE subiu ao palco e apresentou alguns de seus sucessos como We Are Young, Loca e DOOM DOOM TA, que é a música de debut do grupo. As sete membros, que estrearam em janeiro de 2021, encantaram o Asia Star Festival e contaram que estavam muito felizes por estarem no Brasil. Em um dos momentos mais fofos do evento, as integrantes relataram que, apesar de ser a primeira vez do grupo no país, elas conseguiam sentir a energia e paixão dos Trues (nome do fandom) brasileiros.

A troca de energia com o público foi contagiante, e parecia ser impossível ficar parado durante as performances. O grupo ainda revelou que este dia ficaria para sempre em sua memória — e também prometeram voltar!


(Reprodução/Letícia Mota)


2Z


Os fãs de bandas coreanas também tiveram seu momento de glória no Asia Star Festival com a presença do 2Z. A banda, que debutou em 2020 e já veio ao Brasil em turnê em 2022, levou o público a loucura com toda a sua empolgação e músicas pop-rock; além de um repertório super especial para os brasileiros, que incluiu covers de Admirável Chip Novo da Pitty e A Queda de Glória Groove.


(Reprodução/Letícia Mota)


Porém, não foi só com as músicas que eles surpreenderam. Os membros subiram ao palco do Asia Star Festival com roupas que faziam referência às bandeiras do Brasil e da Coreia “Eu tenho 27 estrelas na minha manga para vocês, estou representando a bandeira brasileira,” disse o baixista Junghyun. Emocionou demais!


Jeff Satur


O ator e cantor tailandês Jeff Satur foi o penúltimo artista a subir ao palco. Um dos artistas mais aguardados da noite, ele foi recepcionado por fortes gritos do público, e esses gritos duraram toda a apresentação. O artista brincou com o fato das fãs brasileiras o chamarem de Jefferson: "eu percebi que, aqui no Brasil, vocês me chamam de Jefferson. Eu... serei o seu Jefferson e vocês serão minhas saturdays, não?”.


No palco do Asia Star Festival, Jeff apresentou pela primeira vez versão em inglês da sua canção Lucid, além, de encantar com um cover da canção Unholy de Sam Smith com Kim Petras.


(Reprodução/Letícia Mota)


Jeff também decidiu surpreender com uma música em português: De Quem é a Culpa?, da rainha da sofrência Marília Mendonça. Ao fim do show, o artista disse que queria cantar mais e que veria os fãs brasileiros numa próxima vez. Já estamos contando os dias para esse reencontro!


(Reprodução/Letícia Mota)


MIYAVI


Encerrando o Asia Star Festival com muito rock, o ator, cantor e guitarrista japonês MIYAVI mostrou seus 20 anos de experiência nos palcos, fazendo todo mundo ignorar o cansaço após 6 horas de shows e pular desde o momento em que ele subiu no palco até o momento em que ele saiu. Entregando uma apresentação intensa, ele ainda prometeu voltar para o Brasil. Como não poderia faltar em um show seu, MIYAVI pediu por água gelada (em português!) para jogar nos fãs. O cantor já veio ao Brasil 6 vezes, sendo a última vez em 2020, pouco antes da pandemia. Referenciando esse período, ele disse: "nós sobrevivemos a este período e estamos aqui para comemorar."



Com o nome "Guitarrista Samurai" nos telões, MIYAVI mostrou que quer lutar contra a tristeza com o poder da música; e que, mesmo que os artistas do festival e o público falem línguas diferentes, todos lá estavam unidos e se comunicando através da música. Um encerramento digno de um festival que promoveu tanta diversidade. Valeu, Asia Star Festival!


(Reprodução/Letícia Mota)


Gostou da publicação? Não se esqueça de acompanhar o Café com Kimchi também nas nossas redes sociais!

22 visualizações

Comments


bottom of page