top of page

Master Key e K-idols competindo em uma ideia mal executada: Por que o programa de variedades acabou?

Atualizado: 4 de fev. de 2023

Transmitido entre 2017 e 2018, o programa tinha tudo para ser um dos maiores shows de variedade da Coreia do Sul; entenda o que aconteceu!


(Reprodução/SBS)

Inspirado no jogo “Máfia” em que os jogadores têm o objetivo de descobrir a identidade dos outros, os participantes do Master Key precisavam adivinhar quem era o dono da Chave Mestra (tradução literal do nome do programa). Para isso, aconteciam vários jogos em que a verdadeira identidade dos jogadores poderia ficar mais clara para os demais.


O programa criou o conceito de um game show psicológico e de estratégia, com a presença ilustre de idols. Ofereceu para o público celebridades do Hallyu no mais alto nível de competitividade e criou um hype absurdo nos amantes da TV Coreana. Imaginar nossos idols preferidos do k-pop e artistas dos doramas reunidos se divertindo, dando risadas e sendo competitivos parece quase um sonho, né?


Mas a dúvida que surge é: por que esse game show não foi pra frente? O que aconteceu no meio do caminho que fez ele perder força entre o público coreano? Descubra após a publicidade.



Estratégia ou sorte?


Antes do jogo em si, o elenco escolhido para participar era divulgado e o público podia votar no seu preferido. O mais votado começava a partida com um bônus, mas parte da audiência considerou isso como favoritismo. Além disso, ao desenrolar do jogo, mesmo sabendo corretamente o dono da Chave Mestra, a falta de sorte do participante poderia fazer com que ele perdesse. Parece justo para você?


O jogo também não tinha um elemento “touché”, algo que pudesse premiar o participante após boas tomadas de decisões e raciocínio inteligente. Parte do público também achou a lacuna deste fator algo frustrante, até porque muitos dos melhores jogadores não ganharam nada.





Faltou naturalidade?


Sabemos que a maioria das coisas que vemos na TV é combinada. Mas se o público percebe a falta de naturalidade no desenrolar do programa, isso é um problema. É preferível que as partes combinadas não fiquem claras para a audiência, que vai tender a perder interesse no programa.


Isso aconteceu muito nos primeiros episódios de Master Key — eles ficaram com um tom artificial. Mas, mesmo assim, o programa rendeu vários momentos legais e divertidos que nós adoramos como, por exemplo, as interações entre a Sana e o Mino. Confira o compilado abaixo.



E o Chanyeol enganando todo mundo? Ok, isso foi maravilhoso!




No final, o programa valeu a pena


Passados 4 anos desde que o último episódio foi ao ar, o Master Key é lembrado de forma positiva pelos fãs. Pensado para entreter, o projeto nasceu para ser um programa de variedades divertido e acabou cumprindo esse papel.


Por outro lado, o formato e várias mudanças feitas nele ao longo dos episódios foram um obstáculo. Também, pesou negativamente o fato de o jogo ser bem complexo. Talvez esses tenham sido os motivos das avaliações terem sido baixas e de o programa não ter ido para frente. Pode ser que um jogo estilo “máfia” seja mais legal se for mais simples e mais fácil de entender.


Mas, no final das contas, o que realmente importa são os momentos divertidos e as risadas que o programa rendeu. E se você estiver buscando isso, com certeza vale a pena ver ou rever o Master Key!




152 visualizações
bottom of page