top of page

La Casa de Papel: tudo o que já sabemos sobre o remake coreano da série

Atualizado: 5 de mai. de 2022

A produção espanhola de sucesso ganhará uma nova versão com um cast promissor


(Divulgação / Netflix)

Em dezembro de 2020 foi anunciada uma versão coreana da série espanhola original da Netflix, La Casa de Papel, e logo o projeto começou a ser executado. O remake, estreará no dia 24 de junho, e é uma das produções aguardadas pela dramaland para o ano de 2022. Ainda não se sabe exatamente o que podemos esperar, mas além da data de lançamento, foi confirmado que a série terá 12 episódios que serão divididos em duas partes.

Diversas informações foram reveladas ao longo dos últimos meses, e o Café agrupou tudo para deixar nossos leitores a par desse grande lançamento. Confira.





Leia também: Remakes: conheça 4 doramas que inspiraram ou foram inspirados em outras obras


Nada sobre a premissa foi dito em detalhes, porém a essência da série não deve fugir da história original, já que mantém os nomes dos personagens, mas dessa vez, a trama será adaptada para um cenário e contexto coreano. Embora busque preservar a essência, foi revelado por uma das atrizes do elenco que os espectadores da versão espanhola, perceberão diferença na personalidade dos personagens coreanos. "São os mesmos nomes, porém personalidades diferentes na adaptação dos personagens. Os ladrões que roubam o banco são os personagens principais, mas há uma humanidade inevitável na série", afirmou a atriz Jun Jongseo para a revista Dazed Korea.


Ainda com Round 6 em alta, em novembro a Netflix revelou o primeiro vídeo promocional de La Casa de Papel apresentando Park Haesoo (que interpretou Cho Sangwoo), como o Berlin coreano para o mundo. O ator deixou claro que para a versão coreana, teremos uma máscara diferente daquela do Salvador Dalí que marcou a série. Em sequência, no dia 17 de janeiro, o primeiro trailer revelou a aparição do professor, e mostra máscaras diferentes, gerando um mistério de qual será a escolhida para a versão, e ainda exibe o nome da série e o elenco principal, La Casa de Papel coreana recebeu o nome Money Heist Korea: Joint Economic Area, que pode ser traduzido literalmente para “Roubo de Dinheiro: Área Econômica Conjunta”.






Além de Haesoo, como elenco principal, a série terá Yoo Jitae como Professor, Jun Jongseo como Tokyo, Lee Wonjong interpreta Moscow, Denver será interpretado por Kim Jihoon, Nairobi por Jang Yoonju, Rio por Lee Hyunwoo e os irmãos Helsinki e Oslo serão interpretados respectivamente por Kim Jihoon e Lee Kyuho. O elenco foi dirigido por Kim Hongsun, que dirigiu os doramas The Guest e Voice, e com ele, Álex Pina, o criador da série original, foi o produtor executivo do projeto.


Os criadores coreanos vêm desenvolvendo sua própria língua e cultura audiovisual há anos. Eles conseguiram, como a nossa série, ultrapassar as fronteiras culturais e se tornar uma referência para milhares de telespectadores em todo o mundo, principalmente entre os jovens”, afirma Alex ao se mostrar muito animado para a série que tem planos de contar com 5 temporadas, assim como La Casa de Papel espanhola.



O que há de novo?


Mesmo aqueles que não acompanharam a série, a conhecem pela sua identidade visual. O macacão vermelho e a face do Salvador Dalí são a marca registrada de La Casa de Papel, embora seja diferente, a máscara não deixou de estar presente na versão coreana, que entrega um significado bem profundo.


Os ladrões coreanos cobrem seus rostos com máscaras tradicionais coreanas, utilizadas nas danças Talchum durante rituais. A escolha foi feita para representar a classe aristocrata Yangban, composta por camponeses mais pobres.


(Divulgação / Netflix)

A opinião do público


A recepção do público causou reações bem diversas, uma parte reagiu bem, principalmente os dorameiros que tem expectativas no elenco. Já uma outra parte não vê necessidade em outra versão pela saturação da série, embora a proposta não tenha sido totalmente revelada, ainda que não tenham deixado claro se será de fato uma adaptação fiel ou se terá a versão original apenas como uma inspiração, e o assalto planejado pelos coreanos será um complemento para o universo da série espanhola.



Com todas as informações já lançadas, queremos saber a opinião de nossos leitores, será que o remake terá um bom retorno como a série original? O que você espera?


Leia também: Disney+ e K-Dramas: Investimento em doramas marca estreias do streaming em 2022





276 visualizações
bottom of page