top of page

Sucesso rápido e futuro incerto: Relembre os 4 grupos temporários de K-Pop formados no Produce 101

Além do Wanna One, a emissora responsável pelo programa já lançou três grupos na indústria, e irá lançar mais um no ano que vem

(Divulgação / Stone Ent. / Mnet)

Há uma semana, os fãs do WANNA ONE tiveram uma chance única de matar a saudade do grupo com uma apresentação especial no Mnet Asian Music Awards (MAMA), que, no último sábado, celebrou dezenas de artistas em mais de 30 categorias. Inativo desde 2019, o WANNA ONE levou dez integrantes ao palco da tradicional, porém polêmica premiação. E, ao fazer isso, o grupo resgatou o debate sobre a fórmula de sucesso rápido dos realities de survival.


Programas de survival — em que participantes concorrem uns com outros — são comuns na Coreia do Sul, e o formato já foi o responsável por apresentar diversas novidades aos fãs de Kpop. TWICE, iKON e WINNER são alguns dos grupos formados nessa dinâmica; mas, para além dos cases permanentes, há também aqueles com data de validade, cuja proposta sempre foi ser um grupo temporário. Nesse sentido, se destacam os grupos lançados pelo programa da Mnet Produce 101.



O WANNA ONE é um desses grupos. Formado na 2ª temporada do programa, o boygroup debutou em 2017 com onze integrantes (os vencedores do reality show). O EP de estreia intitulado 1X1=1 (To Be One) teve Energetic como faixa titular, música que rapidamente caiu no gosto do público e se transformou em um fenômeno. O music video acumula hoje mais de 150 milhões de visualizações no YouTube.



A trajetória do grupo WANNA ONE se destaca pelo sucesso imbatível e pela conquista de um fandom sólido. Contudo, esses fatores não prolongaram a existência do boygroup que já tinha a premissa de ser um ato temporário. O contrato dos meninos terminou em dezembro de 2018, e o grupo teve seu disband oficial em janeiro de 2019, após o fim das atividades de encerramento com o concerto Therefore.



Uma trajetória similar pôde ser observada com o grupo feminino I.O.I, que estreou depois de vencer a primeira temporada o Produce 101, em 2016. Também com onze integrantes, o girlgroup fez seu debut com o álbum Chrysalis, cuja faixa titular é Dream Girls. O contrato das meninas também tinha uma data de encerramento definida: janeiro de 2017. O último lançamento do I.O.I foi a música Downpour, produzida pelo Woozi do SEVENTEEN.



Mesmo considerado um dos maiores sucessos de 2016, o grupo também não teve outra alternativa além de encerrar suas atividades ao fim do contrato, e cada integrante seguiu seu caminho separadamente. Mas, em 2021, os fãs tiveram uma oportunidade de ver as meninas juntinhas de novo. Em maio, elas se reuniram em uma live especial transmitida para o público, para comemorar o 5º aniversário do debut.




A 3ª temporada do reality de survival da Mnet recebeu o nome de Produce 48 e apresentou ao público o grupo feminino Iz*One. O ato composto por doze integrantes debutou em 2018 com o EP Color*Iz e a faixa-título La Vie En Rose. Com a estreia, o girlgroup estabeleceu três (então) novos recordes na indústria: grupo feminino mais rápido a conseguir um win em um programa musical, a maior venda de álbuns de debut no primeiro dia de vendas, e o MV de debut coreano mais assistido nas primeiras 24 horas no YouTube.



O sucesso astronômico das meninas foi marcado por polêmica nos bastidores do programa que as debutou. A Mnet foi investigada pela manipulação dos votos que definiam os vencedores do reality, e dois produtores da emissora foram presos. O escândalo afetou as promoções do Iz*One, mas o grupo manteve suas atividades até o fim do contrato, que se deu em abril de 2021.



Nenhum grupo absorveu tanto o impacto do escândalo da Mnet quanto o X1, lançado depois de vencer a quarta temporada do programa (Produce X 101). Os onze integrantes debutaram em 2019, com o álbum Emergency: Quantum Leap e a faixa titular Flash. A estreia veio bem em meio as alegações de manipulação de votos, e, além da opinião pública negativa, o grupo enfrentou o cancelamentos de promoções e patrocínios.



O X1, inicialmente cotado para durar 5 anos — o maior período dentre os grupos formados pelo Produce 101 —, teve o contrato cancelado, e o disband veio aproximadamente cinco meses após o debut. Os fãs não aceitaram passivamente o disband: existiram protestos para o relançamento do boygroup e a recondução do projeto; porém, as agências envolvidas na administração da carreira de cada membro não chegaram a um consenso.


Agora, os olhares do mundo se voltam para o KEP1ER, o grupo feminino formado pelo novo e reformulado reality da Mnet, Planet Girls 999. O girlgroup teve o debut com o mini álbum First Impact adiado para dia 3 de Janeiro de 2022, depois que um membro do staff foi diagnosticado com COVID-19. O contrato das meninas vence em 2024 e, por hora, só resta esperar para saber se o grupo vai manter a tradição do sucesso estrondoso dos grupos formados na Mnet.



447 visualizações

Comments


bottom of page