top of page

Bird: relembre o single japonês do EXO que emocionou os fãs durante o hiato do grupo

Atualizado: 15 de nov. de 2021

O lançamento coincidiu com um período atribulado no fandom, o que tornou a faixa ainda mais especial


(Divulgação / SM Entertainment)

Há dois anos, o EXO lançava o single japonês Bird. A divulgação em 2019 ocorreu em um período de incertezas no fandom, mas a música logo se tornou um reduto de conforto para os admiradores do grupo. A faixa suave com nuances de dancepop e synthpop apresenta uma promessa explícita aos ouvintes: o EXO e os EXO-Ls (nome oficial dos fãs) ficarão juntos durante muito tempo.


Através de uma letra emocionante, o single expressa o desejo do EXO de viajar para além do horizonte. Bird (pássaro em português) traz a metáfora de uma ave recém libertada, que usa a sua liberdade para voar. No entanto, alguns fãs acreditam que a metáfora se refere também ao costume dos pássaros de voar em bando. Nessa interpretação, a faixa reafirma o compromisso do grupo de permanecer unido e ao lado dos EXO-Ls. Confira a letra:


Não precisamos de mais nada

Coloque o seu coração no seu bolso

E vamos juntos [vamos viajar]

Para além do novo horizonte

(...)

Voe para longe, baby, como um pássaro livre

A sombra das nuvens pode cobrir a luz

Eu direi: não tenha medo

Não olhe para mais ninguém, apenas olhe para mim

Eu estarei do seu lado para sempre

Segure firme nesta mão de um amor verdadeiro




Esta não foi a primeira e nem a última vez que o EXO dedicou uma faixa da sua discografia ao fãs, mas, para entender porque Bird é uma música tão significativa, relembre um pouco do contexto no qual o single foi lançado.



Quase um ano de Hiato


Bird foi o primeiro lançamento do EXO como grupo em 2019. O single japonês veio dez meses após o fim das promoções da era Love Shot — quase uma eternidade para os fãs.

No intervalo entre o repackage de Don't Mess Up My Tempo e Bird, os membros saíram em sua quinta turnê pela turnê pela Ásia. A agenda dos shows 'EXplOration' foi mais enxuta do que nas turnês precedentes, enfatizando a lacuna de atividades em grupo. Mas o hiato teve um bom motivo: os membros estavam concentrados em projetos individuais.


Em 2019, dois membros do EXO debutaram como solistas. Em abril, Chen lançou April and a Flower, um mini álbum de baladas com seis faixas cuja title é Beautiful Goodbye. Em julho, foi a vez de Baekhyun debutar com City Lights, um mini álbum também com seis faixas, promovido com a title UN Village. Pouco depois, no final de julho, vimos o nascimento de uma segunda unit. O EXO-SC debutou com o mini álbum What a Life e três faixas título: What a Life, Just us 2 e Closer to You.



(Divulgação / SM Entertainment)

Anúncio do SuperM


Em agosto de 2019, a SM Entertainment e a empresa americana Capitol Records anunciaram o debut do SuperM, um grupo de k-pop focado no mercado ocidental (por via de regra, o estadunidense). O anúncio pegou os fãs de surpresa principalmente por conta da composição do novo grupo, que tinha entre os membros o Kai e o Baekhyun do EXO, além de idols do NCT, WayV e SHINee.


Até que os detalhes do debut fossem confirmados, muita especulação surgiu sobre o SuperM e sobre o destino dos grupos com integrantes envolvidos no projeto. A preocupação foi maior para as EXO-Ls: como o EXO já passava por um hiato longo, houve o receio de que o novo projeto atrapalhasse a agenda e as promoções do grupo veterano. Até hoje, a iniciativa dos "Vingadores do K-pop" divide opiniões no fandom. O SuperM debutou em outubro de 2019 com o single Jopping.


(Divulgação / SM Entertainment / Capitol Records)


Os primeiros alistamentos


Bird foi o primeiro trabalho do EXO com 6 membros desde o fim das units EXO-K e EXO-M. Além do Lay, que completou 30 anos esta semana, os membros Xiumin e D.O não participaram da gravação porque estavam no Exército, cumprindo o período de alistamento obrigatório da Coreia do Sul. Xiumin se alistou em 7 de maio de 2019. Em seguida, foi a vez de D.O, em 7 de julho do mesmo ano. Os dois foram os primeiros integrantes do EXO a se alistarem, o que gerou uma comoção inédita entre os fãs.


(Reprodução / LYSN)

Atualmente, Xiumin e D.O já saíram do exército. Xiumin está estrelando a produção coreana do musical Hadestown, e D.O fez seu debut solo com o mini álbum Empathy, em julho deste ano. Quatro membros do EXO que participaram do single Bird estão alistados: Suho, Chen, Baekhyun e Chanyeol.


Com os desfalques, o EXO experimentou um hiato ainda maior do que o de 2019. Em 2020, o grupo não teve nenhuma atividade em grupo. A espera dos fãs só foi recompensada no primeiro semestre de 2021, com o lançamento de um mini álbum especial intitulado Don’t Fight the Feeling, com faixa titular homônima.



Outros trabalhos japoneses


Bird é o terceiro single japonês do EXO, precedido de Love Me Right (romantic universe) e Lightsaber (versão japonesa). Além dos singles, o EXO também lançou dois álbuns japoneses: um mini (Coming Over) e um regular, que agrupa as canções já lançadas pelo grupo e outras inéditas (Countdown). A unit EXO-CBX tem um álbum japonês intitulado Magic, e outro, Girls. O solista Baekhyun também tem um álbum japonês, que leva o seu nome.







197 visualizações

Opmerkingen


bottom of page