top of page

Relembre BE, o álbum do BTS que emocionou os fãs durante o pico da pandemia de COVID-19

Atualizado: 5 de fev. de 2023

Lançado como uma carta de esperanças para os armys, BE se destaca como uma das produções mais pessoais do grupo

(Divulgação / Big Hit Ent.)

Até novembro do ano passado, mais de 1,2 milhão de pessoas morreram na pandemia de COVID-19. Um dos períodos mais sombrios da história da humanidade afetou não só as atividades corriqueiras, mas também o mais alto escalão da indústria musical sul-coreana e global. Nesse contexto, o BTS lançou BE, um full album com 8 faixas produzido para levar esperança aos fãs do grupo em todo o mundo.


BE completou um ano ontem, no dia 20 de novembro. No álbum, os integrantes do BTS — Jin, RM, Jungkook, J-Hope, Suga e V — compartilham seus com o público os sentimentos de ansiedade, solidão, medo e tristeza, que assolaram o grupo durante a pandemia. Mas há também uma mensagem positiva, de esperança e superação, sobretudo na faixa titular Life Goes On (traduzida literalmente para A Vida Segue Em Frente).



As faixas do álbum são compostas majoritariamente por pop, aliadas a nuances de hip-hop, EDM, disco, synth-pop, funk e R&B. Apesar de refletirem um momento conturbado, o BTS entregou suavidade e alíviono decorrer de BE, que recebeu críticas positivas da mídia especializada. A revista Clash chamou o álbum de "mais simples" do que os lançamentos anteriores do grupo, "mas igualmente reconfortantes."



Além do bom desempenho entre as reviews, BE também obteve excelentes resultados comerciais — o que, a este ponto, é um fato redundante na carreira do BTS. O álbum debutou no topo da Billboard 200 estadunidense. Foi o quinto EP do grupo a alcançar o pico do chart, o que fez com que os meninos superassem os Beatles como o ato musical mais rápido a alcançar cinco primeiros-lugares do ranking. Lendas demais!


Para além do significado otimista e da performance que encheu os ARMYs de orgulho, BE também é especial pela ampla participação dos membros no resultado final. Todos os sete figuram na composição das faixas, o Jimin assumiu a posição de gerente do projeto e o V foi o diretor visual da produção. Além deles, o Jungkook dirigiu os dois videoclipes de Life Goes On.



O trabalho também é considerado intimista por mostrar um lado mais humano dos artistas, sem adornos. Na coletiva de lançamento, o J-Hope disse à imprensa que o álbum foi pautado em "histórias honestas" com as quais ele esperava que as pessoas pudessem se identificar. Além disso, os fãs conseguiram acompanhar "de perto" a produção do álbum: muitos dos processos foram compartilhados pelo grupo através das redes sociais.



BE foi o último álbum lançado pelo Bangtan Boys que, em 2021, se concentrou na promoção de Butter. O single ganhou dois remixes e, em um deles, teve a participação ilustre da rapper estadunidense Megan Thee Stallion. Agora, o BTS se prepara para voltar à rotina de atividades no pós pandemia, e o primeiro passo é a retomada dos shows offline, já que a última turnê mundial do grupo teve de ser cancelada pelos surtos de COVID.


A retomada está mais próxima do que nunca: os primeiros concertos presenciais do grupo serão em Los Angeles, nos dias 27 e 28 de novembro, e depois em 1º e 2 de dezembro. Serão os primeiros shows do BTS desde 2019! Por aqui no Café com Kimchi desejamos boa sorte ao meninos, e que eles voltem logo com um novo álbum tão primoroso quanto BE.





53 visualizações

Kommentare


bottom of page